Sinisa Mihajlovic, ex-treinador do Sporting e agora timoneiro do Bolonha, abordou novamente a sua luta contra a leucemia, revelando alguns pormenores que até ao momento eram desconhecidos.

O técnico revelou ao 'Corriere della Sera' que quando foi internado recebeu um identidade falsa: Mihajlovic era o senhor Cgikjltfr Drnovsk, um sem abrigo de 69 anos.

"No Hospital Sant’Orsola recebi uma identidade falsa. Eu era Cgikjltfr Drnovsk, um sem abrigo de 69 anos. Eles não queriam no hospital curiosos que pudessem perturbar os outros doentes. Ao fim das duas primeiras sessões de quimioterapia eu já parecia um homem de 69 anos"-

Da luta contra a doença, recorda os momentos mais complicados: "Nós não temos culpa por ficarmos doentes e é preciso reagir. Cada um em a sua forma de reagir. (...) Mas eu tive medo, chorei, perguntei 'porquê?'. Pedi ajuda a Deus, como qualquer outra pessoa", referiu.

Mihajlovic diz mesmo a doença o tornou numa pessoa diferente: "Aprecio cada momento. Dava tudo como garantido. A saúde conta, os afetos contam. A doença tornou-me num homem melhor, num homem que tenta ver o copo meio cheio. Há três dias fiz exames, análises de sangue, um TAC aos pulmões e biopsia à medula. De cada vez que faço isto fico ansioso. O próximo check-up é em junho, depois passará a ser duas vezes por ano."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.