O Nápoles, campeão italiano de futebol em título, venceu hoje em Bérgamo a Atalanta, por 2-1, no dia em que toda a cidade de Nápoles celebra Diego Armando Maradona, que morreu há três anos.

Em Bérgamo, para a 13.ª jornada do campeonato, os napolitanos 'honraram' no campo a memória do mítico jogador argentino, que comandou o clube na conquista dos campeonatos de 1986/87 e 1989/90, bem como da Taça UEFA de 1988/89.

Os ainda campeões, adversários do Sporting de Braga na Liga dos Campeões, foram afortunados, no jogo que marca o regresso do treinador Walter Mazzarri, subindo provisoriamente à terceira posição do campeonato, com 24 pontos.

A Atalanta, adversária do Sporting na fase de grupos da Liga Europa, continua na quinta posição, com 20 pontos.

No estádio Gewiss, o Nápoles adiantou-se aos 44 minutos, com um golo do georgiano Khvicha Kvaratskhelia. Empatou a Atalanta, aos 53 minutos, através do nigeriano Ademola Lookman.

Contra a corrente do jogo, que era dominado pela Atalanta, o Nápoles chegou à vitória aos 79 minutos, com um golo do macedónio Elif Elmas.

Em Nápoles, a celebração de Diego Maradona foi hoje muito intensa, com grande romaria ao mural dedicado ao jogador que liderou a conquista de dois dos três campeonatos dos napolitanos.

Desde manhã cedo, que locais e turistas de deslocaram em grande número para o altar, nos 'Quartieri Spagnoli' (Bairros Espanhóis), para recordar o jogador argentino que colocou Nápoles no 'mapa' do futebol mundial.

Nas redes sociais tinha sido pedido aos adeptos para levarem para o mural uma vela 'led', para ficar acesa durante todo o dia em memória do jogador.

A partir das 18:00 locais (17:00 de Lisboa), foi tempo de ver pela televisão o jogo em Bérgamo, que também marcou o regresso de Mazzarri ao comando do clube.

Os cafés e bares dos 'Quartieri Spagnoli' estiveram especialmente lotados, na espera da celebração que vai acontecer à noite, no estádio que tem o nome do jogador argentino, para onde está marcado uma grande concentração de adeptos, com tochas.

O escultor Domenico Sepe vai apresentar uma nova estátua em honra do 'Pibe de Ouro', repetindo o gesto feito em 2021, então pelo primeiro aniversário da morte - na ocasião, a Câmara Municipal de Nápoles devolveu a oferta, por a considerar demasiadamente valiosa.

Hoje também se jogou em Salerno, onde a Salernitana, 'lanterna-vermelha' da prova, conseguiu um importante triunfo sobre a Lazio, por 2-1.

A Salernitana continua em último, com oito pontos, mas 'encosta' ao Verona e fica a uma vitória de sair da zona de despromoção. Quanto à Lazio, é 10.ª, com 17 pontos.

Immobile adiantou a Lazio, de penálti, aos 43 minutos, e na segunda parte a Salernitana 'virou', com os golos do cipriota Kastanos (55) e de Kandreva (66).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.