No Estádio San Paolo, o uruguaio Edison Cavani fez uma pequena “traição” à sua antiga equipa e marcou de grande penalidade, aos 16 minutos, e o esvolaco Hamsik consolidou o triunfo dos napolitanos ainda na primeira parte, aos 35.

Com este triunfo, o Nápoles subiu à condição ao terceiro lugar da Serie A, que dá acesso ao “play-off” da "Champions", com mais três pontos do que Lazio, Udinese e Inter de Milão, equipas que jogam na quarta-feira.

Mais longe desta disputa ficou a AS Roma, que foi empatar a zero ao terreno do Chievo, estando agora na sétima posição a seis pontos do Nápoles.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.