O presidente do Palermo confirmou hoje que o Giuseppe Iachini quer abandonar o clube, apenas três semanas depois de ter assumido o cargo de técnico da equipa de futebol, e considerou que o treinador italiano “enlouqueceu”.

“Ele não quer falar com ninguém no clube. Enlouqueceu, não é a mesma pessoa. Um presidente já não pode dizer nada sobre a equipa? É uma loucura”, afirmou Maurizio Zamparini em declarações a uma rádio local.

De acordo com a imprensa italiana, o presidente do Palermo, conhecido pelos vários treinadores que já despediu desde que assumiu a liderança do clube, criticou a exibição da equipa na última jornada, após a derrota por 3-1 no campo do Inter Milão, “Iachini é um idiota que faz a equipa jogar mal e que só sabe perder jogos. E depois, não sabe aceitar criticas. Tem uma mentalidade de perdedor e não quero saber dele”, acrescentou Zamparini.

No dia 15 de fevereiro, Giuseppe Iachini, de 51 anos, regressou ao comando técnico do Palermo, quase três meses depois de ter sido demitido do cargo por Zamparini.

O Palermo teve 14 treinadores nas últimas quatro temporadas. Ao todo, Zamparini, que também foi dirigente no Venezia, já despediu 56 técnicos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.