O treinador da Sampdória, Claudio Ranieri, pediu desculpa depois de alguns dos adeptos da sua equipa terem proferido cânticos discriminatórios durante o encontro de segunda-feira da Serie A contra o Nápoles.

"Lamento muito, sobretudo porque eu próprio sou de perto de Nápoles", afirmou aos jornalistas na conferência de imprensa que se seguiu à derrota por 4-2 da sua equipa.

"Peço desculpa a todos os adeptos napolitanos. Os nossos adeptos estavam, obviamente, revoltados com o árbitro, mas desviaram essa frustração para quem não tinha nada a ver com isso."

Descritos como discriminação territorial, o cânticos insultuosos em relação à cidade de Nápoles e aos seus habitantes são comuns durante os jogos em Itália e constituem uma ofensa ao código disciplinar na Serie A.

Segundo o Corriere dello Sport, os referidos cânticos foram ouvidos durante a segunda parte do encontro, que contudo não chegou a ser interrompido.

Ranieri, de 68 anos, passou duas temporadas no Nápoles no início da sua carreira, um dos cerca de 20 clubes que já orientou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.