“Quero ganhar um titulo com o Milan esta época. Vou manter-me optimista. Até estou disposto a ficar no banco [de suplentes] se isso ajudar a equipa”, revelou o médio do Milan ao “Gazzetta dello Sport”, adiantando que tudo fará para evitar ficar de fora das quatro linhas a ver os seus companheiros jogar.

Ronaldinho não tem sido primeira escolha do técnico Leonardo, situação que não tem sido fácil para o internacional brasileiro, “Só consigo sorrir quando jogo. Vou tentar convencer [treinador] Leonardo de que sou o verdadeiro Ronaldinho e que mereço um lugar no “onze” inicial”.

O médio adianta que fala diariamente com o seleccionador nacional do Brasil e compreende que não seja convocado, dado a sua situação no Milan, “Falo diariamente com o seleccionador Dunga e damo-nos muito bem. Ele não me está a convocar de momento e percebo porquê. Se não jogo no Milan, como posso jogar na selecção? Mas não vou desistir e ainda tenho tempo para o convencer”, concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.