Na antevisão da partida frente ao Bétis, José Mourinho queixou-se da falta de recursos para contratar, comparativamente com outros clubes de maior nomeada.

Tiago Pinto, diretor geral do clube italiano, respondeu ao técnico português: "Percebo o que ele quis dizer, o aspeto económico sempre teve importância no futebol mas se fosse o mais importante, então o Manchester City e o PSG iam vencer todos os anos a Liga dos Campeões e, se a minha memória não me atraiçoa, acho que ainda não o conseguiram. Do meu ponto de vista, o que fazemos no mercado de transferências é apenas 20/30 por cento do sucesso que alcançamos dentro de campo. Não é só trazer os jogadores e o treinador certo, é conseguir conjugar tudo", referiu em declarações à Sky Sports Itália.

Recorde-se que a Roma é sexta classificada da Série A, com 19 pontos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.