O treinador do Bolonha, o sérvio Sinisa Mihajlovic, que teve uma passagem fugaz pelo Sporting, revelou hoje que sofre de leucemia, mas que vai continuar a trabalhar ao serviço do clube da Liga italiana de futebol.

“Quando me informaram, foi um choque enorme. Passei dois dias a chorar no meu quarto, mas não foram lágrimas de medo, porque sei que vou vencer a doença. É recuperável e vou vencer”, afirmou o técnico, de 50 anos, em conferência de imprensa.

A doença foi descoberta pouco antes do início da pré-temporada e Mihajlovic confessou que faz testes regularmente, tendo em conta que o seu pai morreu de cancro.

O médico do Bolonha, Gianni Nanni, informou que o antigo futebolista tem “leucemia aguda” e que começará os tratamentos na terça-feira.

Por seu lado, o diretor desportivo do conjunto que disputa a ‘Serie A’, Walter Sabatini, assegurou que o sérvio vai cumprir o contrato assinado com o Bolonha em janeiro, quando substituiu Filippo Inzaghi no comando técnico dos ‘rossoblu’.

“Estaremos a seu lado e ele vai continuar no banco. Vai ultrapassar esta doença”, afirmou Sabatini.

Sinisa Mihajlovic, que orientou Catania, Fiorentina, Sampdoria, AC Milan e Torino, além da seleção da Sérvia, teve uma passagem fugaz pelo Sporting, no início da temporada passada, não chegando sequer a comandar os ‘leões’ em qualquer jogo.

*Artigo atualizado

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.