O treinador Igor Tudor e o Verona não chegaram a acordo para continuarem ligados na temporada 2022/23, com o técnico croata a abandonar o cargo após uma época, anunciou hoje o clube da Liga italiana de futebol.

"Decisão difícil, porque em Verona encontrei um ambiente de trabalho e um grupo de jogadores e homens fantásticos que me permitiram transmitir o meu melhor e criar uma harmonia proveitosa com o clube, graças à qual conseguimos resultados extraordinários”, lamentou o técnico croata, de 44 anos, em declarações reproduzidas pelo sítio oficial do clube na Internet.

Tudor, que nesta temporada levou o conjunto transalpino ao nono posto da Serie A, revelou que “pensou durante muito tempo”, mas no fim, juntamente com o presidente, concordou que “não estavam reunidas todas as condições necessárias para continuarem juntos no mesmo caminho”.

O ex-defesa internacional pela Croácia assumiu o comando do Verona, no qual atua o português Miguel Veloso, em setembro, depois que Eusebio Di Francesco ter sido demitido, face às três derrotas nos três primeiros jogos do campeonato.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.