O Real Madrid, com Cristiano Ronaldo a entrar na segunda parte, venceu hoje o Manchester United, de José Mourinho, por 2-1, conquistando a Supertaça Europeia de futebol pela terceira vez em quatro anos.

Os espanhóis, vencedores da Liga dos Campeões na época passada e detentores da Supertaça Europeia, adiantaram-se com golos de Casemiro, aos 24 minutos, e Isco, aos 52, antes de Lukaku reduzir para os ingleses, campeões da Liga Europa, aos 62 minutos.

No final do jogo, o médio brasileiro mostrou-se muito satisfeito com a conquista de mais um troféu e enalteceu o trabalho de um grupo, que também é uma autêntica família.

"[Estou] Feliz pelo trabalho, pela entrega da equipa. Há que felicitar todos os jogadores, porque somos uma família e a verdade é que é uma honra jogar com eles e ser do Real Madrid", começou por dizer Casemiro.

"Não é justo falar apenas de dois jogadores [que marcaram os golos], pois somos uma equipa. Também temos o Modric e o Kroos, que também são dois jogadores incríveis no meio. Não podemos individualizar", frisou Casemiro.

Depois de ter vencido o troféu pela primeira vez em 2002, os madrilenos, que tiveram Ronaldo no ‘onze’ a partir dos 83 minutos, venceram a prova de novo em 2014 e 2016, enquanto os ‘red devils’, orientados por José Mourinho, sofreram a terceira derrota na Supertaça Europeia, não conseguindo repetir o êxito de 1991.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.