Em Leiria já se faz a festa da final-four da Taça da Liga e, entre a multidão que se junta na habitual fanzone, os olhos também estão postos no Estádio Municipal da Cidade onde se vai disputar a primeira meia-final entre Arouca e Sporting.

A verdade é que se trata de muito mais que um jogo para as duas equipas. Para além de ser um "mata-mata" rumo à final do próximo sábado, todo o contexto promete uma sede de vitória dos dois lados.

Para o Arouca, esta é a primeira vez numa final-four da competição e o facto de a equipa já ter vencido o Sporting nesta época (1-0 para o campeonato), acaba por ser um fator motivacional para voltar a repetir o feito.

Já do lado do Sporting, a Taça da Liga é vista como um balão de oxigénio para o que resta da temporada. A conquista de um título é sempre um fator motivacional para qualquer equipa e pode ajudar à confiança dos Leões e de Rúben Amorim numa época bastante instável.

Quanto às opções dos dois técnicos, não é de esperar grandes alterações às habituais escolhas, até pelo carácter decisivo da meia-final.

Arouca e Sporting defrontam-se esta terça-feira às 19h45.

A história: Um bicampeão e um estreante nestas andanças

Apesar de dentro de campo a vitória poder tender para qualquer lado, a verdade é que a história de Sporting e Arouca na Taça da Liga é bem diferente.

Os Leões são o segundo clube com mais conquistas do troféu (quatro), apenas atrás do Benfica. De referir ainda que a equipa de Rúben Amorim vem de dois troféus levantados de forma consecutiva e dez jogos ganhos na competição. Esta também é a nona meia-final do Sporting na história do torneio.

Do lado do Arouca, estamos perante um estreante que marca presença pela primeira vez numa meia-final. Ainda assim, a campanha da equipa de Armando Evangelista acaba por ser imaculada, sem qualquer derrota esta época na competição.

Olhando exclusivamente para o confronto direto, já houve 13 jogos entre os dois emblemas, com 12 vitórias dos verdes e brancos contra apenas uma dos Arouquenses. Desses 13 jogos, dois foram precisamente na Taça da Liga e com uma nota de curiosidade: Em 2016/17, foi Alan Ruiz que marcou pelos Leões ao Arouca, o seu atual clube.

De referir ainda que a única vitória diante o Sporting foi recente e isso serve de aviso à equipa de Rúben Amorim. Na 11ª jornada do campeonato, a surpresa aconteceu mesmo e João Basso atirou para a derrota dos Leões.

Momento de forma: Uma Taça da Liga imaculada e um campeonato instável

No que respeita ao momento de forma, não se pode dizer que estejamos perante duas equipas estabilizadas nos bons resultados.

Olhando especificamente para os últimos três jogos, o Arouca conseguiu uma vitória, um empate e uma derrota. O desaire deu-se perante o FC Porto a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal. No regresso do campeonato, a equipa não foi além de um empate na casa do Chaves, mas parece ter se reconciliado com os bons resultados na última jornada frente ao Portimonense com uma vitória contundente por 4-0.

Na campanha da Taça da Liga, a equipa de Armando Evangelista começou a fase de grupos com dois empates, mas depois garantiu as vitórias suficientes para se apurar para os quartos de final onde eliminou o Moreirense.

No Sporting, os últimos três jogos também mostram alguma instabilidade e acabam por ter uma uma sequência igual à do adversário desta terça-feira. Primeiro, uma derrota na Madeira diante o lanterna vermelha Marítimo que complicou ainda mais as contas do título. Depois, um empate no dérbi frente ao Benfica, o que acaba por não ser um resultado tão surpreendente. A reconciliação também veio na mais recente jornada do campeonato frente ao Vizela, com uma vitória sofrida por 2-1.

Na Taça da Liga, não se pode dizer que os Leões não estejam a ter sucesso. Depois de uma fase de grupos 100% vitoriosa, os quartos de final trouxeram uma goleada de mão cheia frente ao segundo classificado do campeonato, o SC Braga.

Antevisão dos dois treinadores

Armando Evangelista, treinador do Arouca: “Estar nesta ‘final four’ não é viver um sonho. Estamos a viver a realidade, porque estamos cá. [Final] É uma realidade difícil de alcançar, como é óbvio, temos muitas pedras pelo caminho, mas temos tido a capacidade de as retirar e seguir com algum êxito. É legítimo acreditarmos que podemos continuar nela [final four]”

Rúben Amorim, treinador do Sporting: "Vamos apresentar o melhor onze tendo em vista este jogo, mas não só, com muita atenção ao que aconteceu em Arouca. É um jogo contra uma equipa que já nos venceu, não tem responsabilidade nenhuma, mérito do mister Evangelista. Começam em pressão logo no pontapé de baliza, com linha de cinco e sete. Este jogo define um titulo e queremos ir à final."

Fábio Veríssimo foi o árbitro escolhido para dirigir este jogo referente à primeira meia-final da Taça da Liga. O juiz terá assistência de Pedro Martins e Hugo Marques, enquanto que o quarto árbitro será Ricardo Baixinho. No VAR estará Luís Godinho e no AVAR Rui Teixeira.

A final-four da Taça da Liga também se joga aqui no SAPO Desporto! Acompanhe a meia-final entre Arouca e Sporting, AO MINUTO!

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.