A Comissão Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol Profissional puniu hoje o Benfica com uma multa de 2.500 euros por reincidência de comportamento incorrecto dos seus adeptos na final da Taça da Liga, sábado, em Coimbra.

Segundo o comunicado do organismo, foi aplicado o artigo 151, que remete para as atitudes antidesportivas do público, como o arremesso de objectos para o terreno do jogo e outras condutas que podem interferir no normal decorrer dos desafios ou provocar danos patrimoniais nos recintos desportivos.

O valor da multa foi o máximo previsto no artigo, precisamente como prevê o regulamento em caso de reincidência.

Na sua reunião plenária de hoje, a CD da Liga indeferiu a reclamação do Benfica relativamente à multa aplicada a Raul José, treinador adjunto de Jorge Jesus, no valor de 250 euros.

O técnico foi sancionado a 12 de Abril, por incumprimento regulamentar na entrevista rápida para o directo televisivo no fim do jogo Naval 1.º de Maio-Benfica, que os “encarnados” perderam por 2-1.

Raul José orientou a equipa do Benfica nesse encontro, uma vez que Jorge Jesus estava suspenso.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.