Na marcação de grandes penalidades Quim foi herói da noite e Carlos Martins o carrasco da Sporting. O jogo terminou 3-2 na marcação de grandes penalidades. O jogo fica ainda marcado por uma grande penalidade a favor do Benfica. Lucílio Baptista errou ao apitar "mão" de Pedro Silva.

O SL Benfica começou melhor a primeira parte e logo aos três minutos de jogo,  Nuno Gomes teve nos pés o golo inaugural. O avançado do Benfica surge isolado na esquerda,  a passe de Aimar, mas Tiago numa boa saída defende o remate com os pés.

O Sporting respondeu e aos 15 minutos de jogo, Liedson,  numa saída em falso de Quim, quase inaugura o marcador. David Luiz bem posicionado tira a bola da linha do golo.

Aos 21 minutos Aimar num livre directo obriga Tiago a defesa para canto e aos 24 minutos , Reyes (eleito homem do jogo) surge perto da grande área do Sporting, sem marcação, e de pé esquerdo faz um remate perigoso ao lado da baliza de Tiago. Ainda se gritou golo nas bancadas mas a bola saiu pelo lado esquerdo da baliza do Sporting.

Aos 35 minutos de jogo, num rápido contra-ataque do Sporting, João Moutinho remata com muito perigo para uma excelente intervenção de Quim.

O jogo foi para intervalo com um nulo no marcador apesar das várias oportunidades de ambas as equipas.
Logo no início da segunda parte o Sporting chegou à vantagem. Bruno Pereirinha aos 47 minutos, numa jogada que começou em Liedson que, isolado frente a Quim, mandou a bola ao poste. Pereirinha fez o 1-0 na recarga.

O Benfica em desvantagem foi para o ataque e aos 66 minutos, após livre de Reyes, Luisão leva a bola à barra do Sporting.
Aos 74 minutos o árbitro Lucílio Baptista assinala grande penalidade a favor do Benfica por alegada mão de Pedro Silva. O espanhol Reyes converteu a grande penalidade do empate. O brasileiro é expulso por acumulação de cartões amarelos. Pedro Silva contestou a decisão do árbitro e ainda chegou a empurrar Lucílio Baptista com a barriga. No final do jogo, quando da entrega das medalhas, Pedro Silva pegou na que tinha recebido e lançou-a para o relvado de forma ostensiva.

Paulo Bento ainda tentou refrescar o ataque, com as entradas de Romagnoli e Hélder Postiga antes do final do jogo, mas nem Sporting, nem Benfica,  conseguiram marcar um golo que permitisse a vitória ao final de noventas minutos (mais dois de compensação).

Até ao fim dos noventa minutos não houve mais golos e o jogo seguiu para marca de grandes penalidades.

Penalidades

Romagnoli marcou o primeiro  e colocou o Sporting em vantagem com Aimar a permitir a defesa de Tiago (1-0). O médio Rochemback permitiu a defesa de Quim e o paraguaio Cardozo de forma categórica restabelece a igualdade(1-1).
O Capitão do Sporting, João Moutinho, coloca o Sporting de novo em vantagem com o grego Katsouranis a rematar por cima(2-1). Derlei permite a defesa a Quim e David Luiz restabelece a igualdade(2-2).

Hélder Postiga chamado à conversão da penalidade falha e Carlos Martins  dá o triunfo ao SL Benfica(3-2).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.