As declarações de Rúben Amorim, treinador do Sporting, na conferência de imprensa após a vitória sobre o Mafra, a contar para os quartos de final da Taça da Liga.

Alternativas jovens: "Eu dificultei-lhes muito a vida, num jogo com a pressão de passar à 'final four' e depois juntei-os todos, não os meti um a um, jogo a jogo... Dificultei-lhes a vida, mas responderam muito bem, uns melhores que outros, mas deram o que tinham. Eles precisam de jogos, o treinador colocou-os num cenários muito difícil mas eles safaram-se muito bem. Acho até que podiam fazer melhor, conseguem fazer melhor e farão melhor no futuro"

Nuno Mendes: "Ele levou uma pancada logo no início da segunda parte e teve de sair porque não estava a aguentar as dores. Esta a fazer tratamento, vai ser avaliado mas foi uma lesão diferente. A outra [lesão] continua, porque foi uma pancada forte no osso do pé, vai continuar por algum tempo, tem de fazer esse sacrifício. Agora teve outra, tivemos de tirá-lo para protege-lo"

Jogadores menos usados acusaram pressão: "Quando se junta muita gente que não joga é muito difícil para eles, é muito injusto mas foi assim que entendemos que eles deviam de jogar. Têm treinado juntos, achei que estavam prontos para sentir a pressão de uma eliminatória, porque não é a mesma coisa mudar a equipa quando está tudo feito, quando se joga com uma equipa como o Sacavenense e tínhamos de descanso a uns jogadores e dar ritmo a outros. Neste caso não, os outros jogaram na sexta-feira. (...) Como mereciam todos, coloquei todos em jogo"

Tabata e Nuno Mendes mudaram jogo: "Os treinadores às vezes têm sorte. Queríamos dar largura com o Nuno Mendes, porque o Pote estava a segurar o lateral. Queríamos um jogador mais ofensivo. O Tiago Tomas saiu porque o Plata já estava a dar a largura e a profundidade e nós queríamos um jogador com capacidade de jogo entre linhas. São dois jogadores que precisavam de ritmo"

Sporting com capacidade de vencer Taças e Campeonato: "Em relação às Taças temos todas as condições porque são jogos a eliminar e contra qualquer equipa estamos preparados para vencer. O Campeonato é jogo a jogo"

Exibições aquém das expetativas: "Estou satisfeito com o resultado, estou satisfeito com a exibição, mesmo com alguns erros, com alguma inexperiência, uma equipa muito jovem, dois juniores em campo. É normal, vamos pagar esse preço, mas é essa a nossa ideia e por isso às vezes temos de arriscar. Mas estou muito satisfeito porque o jogo nunca esteve em perigo, apesar de aqui ou ali faltar alguma ligação, o que é normal. A culpa da primeira parte é claramente do treinador, na segunda parte melhoraram. (...) Houve sinais muito bons na equipa"

Conquistar Taça da Liga com SC Braga e Sporting: "Sou uma pessoa com muita sorte, dou-me bem com a Taça da Liga, mas o nosso foco vai no campeonato. A Taça da Liga não interessa para nada, a Taça de Portugal também não, o que interessa é o campeonato. Temos um jogo muito difícil agora no sábado, prepara-lo bem, contra o Farense que vem a crescer. Jogo a jogo e depois logo se vê a Taça da Liga"

Receou que o jogo corresse mal: "Quando está 0-0 pode sempre correr mal, é o futebol e eu estou sempre preparado para isso, os jogadores também e toda a gente sabe que os jogos se podem tornar perigosos. Senti a equipa sempre a dominar o jogo, a controlar, não penso que esteve em perigo, poderíamos ter feito golo na primeira parte, mas acho que o jogo não esteve em perigo"

Este é o onze para a Taça da Liga: "O onze é jogo a jogo, esta foi a equipa para este jogo. Para o próximo do campeonato, será a equipa que entendermos que é a melhor equipa para vencer o jogo e será assim, não olhamos para a competição, olhamos para o jogo"

Plata: "O jogador tem de estar ligado com o clube, o Plata tem de crescer, chegou aqui muito jovem, sem qualquer formação em relação ao Tiago Tomás. Não estou a dizer que não tem talento, tem um talento imenso. Mas a sua formação técnico-tática é completamente diferente do resto da equipa. Está a jogar numa posição que não é muito para ele, tem coisas que taticamente são muito difíceis para ele, mas está a crescer nesse aspeto. Quando chega naqueles momentos, tem alguma coisa de especial. Mas o Plata tem de se focar muito em ser uma opção cada vez mais válida no Sporting e é nisso que ele tem de pensar"

Castigo aplicado pela expulsão em Famalicão: "O castigo está feito, é para cumprir. Falta um jogo, no próximo jogo estarei novamente na bancada a tentar ajudar a minha equipa a vencer e não há muito a dizer"

Jovens que marcaram pela positiva: "Todos tiveram pontos positivos, falei no Inácio porque é difícil jogarmos tão subidos e quando o Mafra uma ou outra vez jogava no avançado a capacidade dele, com e sem bola, esteve muito bem. O Plata trabalhou muito bem tambem... O Quaresma já não jogava há muito tempo, o Dani tem bastante qualidade, cada vez mais forte fisicamente, o Matheus também. Acho que estiveram todos muito bem, estão todos de parabéns e eu sei que eles conseguem fazer melhor"

Daniel Bragança: "Precisa de tudo, precisa de um andamento diferente porque nunca jogou na Primeira Liga. Penso que foi a primeira vez que foi titular pelo Sporting. É um jogador que não tem I Liga. O Matheus começou há pouco tempo na I Liga, o Quaresma também, o 'TT' começa a ter outro andamento e nota-se que eles crescem a olhos vistos. Agora, vamos ter estas dores de crescimento, mas hoje portaram-se muito bem. Penso é que os colegas meteram uma bitola tão grande que é difícil eles aguentarem o ritmo, porque não têm jogos, não têm experiencias. Mas os outros se não continuarem a correr, terão dificuldades com estes jovens"

*Última atualização às 23h43

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.