"Em nenhum momento, o presidente se comprometeu com qualquer percentagem definida acima dos cinco por cento. Ao disponibilizar seis mil bilhetes, o Sporting já está a ceder no número de bilhetes acima do dobro a que estava obrigado", afirmou fonte do Sporting.

Na quinta-feira, o Benfica acusou o presidente do Sporting, José Eduardo Bettencourt, de "faltar à palavra" no acordo que estabeleceu com Luís Filipe Vieira, sobre os bilhetes para o jogo de terça feira, da Taça da Liga, tendo aceitado ceder 30 por cento da lotação do estádio.

"O Sporting lamenta e repudia a atitude do Benfica que, ao contrário do Sporting, mais parece estar interessado em desestabilizar o futebol português", disse a mesma fonte.

O clube de Alvalade confirmou a existência de negociações com o Benfica sobre a antecipação do encontro das "meias" da Taça da Liga, tendo, na altura, ficado estabelecido que o Sporting disponibilizaria um número superior de bilhetes acima dos cinco por cento deliberado nos regulamentos.

"O presidente do Sporting aceitou a solicitação do Benfica ainda que não tenha expressamente definido qual seria a percentagem dos bilhetes", explicou.

De acordo com a mesma fonte, como o encontro do Estádio de Alvalade é considerado de alto risco, o Sporting "consultou autoridades e entidades sobre a segurança do evento, ficando desde logo vedada a possibilidade de ceder os alegados 30 por cento que o Benfica fala"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.