O treinador adjunto do Sporting de Braga, Micael Sequeira, partilhou hoje o favoritismo com o FC Porto para a final de sábado da Taça da Liga de futebol, notando que "a equipa está confiante, mas não em excesso".

Há uma semana, o Sporting de Braga venceu o FC Porto no Estádio do Dragão (2-1), para a I Liga, mas o técnico, que substituiu Rúben Amorim na conferência de imprensa de antevisão, garantiu que esse triunfo não terá influência nem dá favoritismo à equipa minhota.

"Esse jogo não vai influenciar em nada, se pensássemos assim era o princípio da derrota. À semelhança do jogo anterior [com o Sporting], nunca iremos entrar favoritos, não temos essa mentalidade nem nos vamos colocar em ‘bicos de pés'. Podemos, sim, partilhar o favoritismo com o FC Porto, uma equipa fortíssima, com jogadores que podem decidir a qualquer momento e muito bem orientada", disse.

Os minhotos vão tentar conquistar a sua segunda Taça da Liga depois de, em 2013, precisamente contra o FC Porto, ter vencido por 1-0, mas o jogo de sábado "terá outra história".

"Preparámos muito bem o jogo e estamos confiantes, contando, obviamente, com um FC Porto fortíssimo. Essa final [de 2013] já faz parte do passado, amanhã [sábado] terá outra história e será outro jogo", frisou o treinador adjunto dos bracarenses.

Micael Sequeira, que admitiu existir "um sentimento especial" por ser um jogo que pode dar um troféu ao clube a jogar em casa, perante os seus adeptos, referiu ainda que a equipa vai "ter cautelas estratégicas porque o FC Porto a isso obriga".

"Mas, vamos ser coerentes com a nossa filosofia de jogo e manter a nossa identidade. Queremos tomar a iniciativa do jogo e ir à procura do golo, como fizemos nos últimos jogos", disse.

Para Micael Sequeira, o fator casa só poderá ter efeito se a equipa puxar pelos adeptos e isso passa por ter iniciativa atacante, "porque não adianta jogar em casa e ficar na expectativa e não ser proativo".

"Os jogadores têm consciência que é a última oportunidade de ganhar este troféu em casa, mas também que as finais ganham-se com muito equilíbrio emocional. Trabalhar sobre vitórias é sempre diferente, mas desde que chegámos, os jogadores têm mostrado muita ponderação e controlo emocional" após as vitórias, referiu.

Palhinha deve voltar à titularidade depois de ter falhado a meia-final com o Sporting, na terça-feira (vitória por 2-1), por ser um jogador emprestado pelos ‘leões', mas o treinador adjunto do Sporting de Braga não o quis confirmar, afirmando apenas haver "confiança em todos os jogadores".

Questionado sobre se conta com um FC Porto com Danilo no ‘onze' titular, jogador que ficou de fora do jogo com o Vitória de Guimarães, na quarta-feira, Micael Sequeira elogiou o médio, mas reforçou que a "maior preocupação" é com a forma de jogar do Sporting de Braga.

A final da 13.ª edição da Taça da Liga realiza-se a partir das 19:45 de sábado, entre Sporting de Braga e FC Porto, no Estádio Municipal de Braga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.