Pedro Gonçalves não marca desde 24 de novembro, quando bisou ante o Borussia Dortmund, para a Liga dos Campeões. Desde então, falhou um golo feito frente ao Boavista na 14.ª jornada da I Liga, não marcou também ao Penafiel para a Taça da Liga e no passado sábado, na 15.ª jornada da I Liga, até falhou uma grande penalidade.

Na conferência de imprensa de antevisão ao encontro de quarta-feira no terreno do Casa Pia, para os oitavos de final da Taça de Portugal, Rúben Amorim, treinador do Sporting, falou do jejum de Pote.

A última vez que falámos sobre a seca do Pedro Gonçalves foi antes do Borussia Dortmund. Para o bem e para o mal, ele não pensa muito nas coisas. Cada jogo é uma oportunidade para fazer um ou dois golos", lembrou.

E, apesar do penátli falhado no fim de semana pelo atacante, Amorim não vê também razão para grande preocupação.

"Podemos ir trocando. Vamos ver. O Porro não chegou a falhar um penálti, mas trocámo-lo porque ele batia sempre para o mesmo lado. Vai estar lá no papel quem vai bater, depois entre eles pode haver uma mudança se chegarem a acordo. Depende também do jogo, da observação que fizemos ao guarda-redes, quem está mais confiante para bater o penálti. O Pedro Gonçalves de certeza que não está muito ansioso, porque não faz parte da característica dele", sublinhou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.