Depois de terem conseguido a 'dobradinha' na temporada passada, os 'dragões' começam a caminhada na Taça de Portugal esta tarde, às 14h30, no Lavradio, freguesia do Barreiro, à qual regressam 44 anos depois de defrontarem a CUF, clube do qual nasceu o atual Fabril. O árbitro do encontro vai ser João Bento.

Ainda sem qualquer vitória esta temporada no Campeonato de Portugal, o Fabril é 11.º e penúltimo na Série G e tenta agora surpreender o campeão nacional, depois de ter eliminado Rabo de Peixe e Vitória de Sernache.

Sérgio Conceição deverá aproveitar o jogo da Taça de Portugal frente ao Fabril do Barreiro para ver em ação os jogadores menos utilizados esta época e dar minutos aos que ainda não foram utilizados. A proximidade do jogo com o Marselha levará Conceição a poupar os jogadores mais utilizados, pelo que é quase certo uma revolução na equipa que irá defrontar o Fabril.

O Fabril, ‘herdeiro’ da histórica CUF, acredita poder surpreender o campeão nacional de futebol. Atualmente a militar no Campeonato de Portugal, a convicção no histórico clube da margem sul do Tejo, que entre as décadas de 40 e 70 ombreou com os ‘grandes’ do futebol nacional, é que pode voltar a viver dias de glória e nem a ansiedade pela falta de vitórias no terceiro escalão atrapalha esse objetivo.

“Acho que há muito mais ansiedade nestes jogadores no Campeonato de Portugal, porque é o nosso campeonato e é onde nós temos de ter resultados. Neste jogo não temos a obrigatoriedade de ganhar e o FC Porto sim. Vamos para divertir-nos e, logicamente, para ganhar”, disse à agência Lusa o treinador do Fabril, João Miguel Parreira.

Admitindo que, no entanto, a carga mediática do jogo mexe com os seus jogadores, que “não estão habituados” a ter tanta atenção da comunicação social, o técnico sabe que isso é “mais uma desvantagem”, mas promete “bom futebol para demonstrar que também existe muita qualidade no Fabril e no Campeonato de Portugal”.

E, acima de tudo, acredita que é possível surpreender o campeão nacional no Estádio Alfredo da Silva.

Sérgio Conceição sublinhou que não quer ter surpresas, tal como aconteceu com o Sporting na época passada, que foi eliminado pelo Alverca.

"Preparámos o jogo, não a pensar que pode ser uma vitamina ou um suplemento para um ou outro jogador. Preparámos dentro da estratégia definida, para defrontar um adversário do Campeonato de Portugal, e que temos de estar atentos. A Taça, como sabem, é uma prova fantástica, pela qual tenho um carinho muito especial, até pelas surpresas que aconteciam. Não queremos ser surpreendidos com as situações que tantas vezes acontecem nesta prova e queremos revalidar o título", afirmou, esta sexta-feira, em conferência de imprensa no Olival.

Acompanhe o Fabril-FC Porto no SAPO Desporto, com fotos e vídeos dos principais lances.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.