O Sporting apurou-se hoje para os quartos de final da Taça de Portugal, ao receber e vencer o Vilaverdense, do Campeonato de Portugal, por 4-0, em jogo marcado por um 'hat-trick' do costa-marfinense Doumbia.

Os 'leões' apenas conseguiram quebrar a resistência contrária aos 44 minutos, através de Doumbia, jogador que fez, aos 64 e 74 minutos, os outros dois golos do seu 'hat-trick', 'selando' assim o triunfo e presença do Sporting na próxima ronda da Taça. A goleada ficou fechada aos 88 minutos, por intermédio de Gelson Martins.

No final do jogo, Jorge Jesus mostrou-se satisfeito com o apuramento para os quartos de final da Taça de Portugal e explicou a importância da prova para os objetivos do Sporting esta época.

"Queríamos passar a eliminatória nem que fosse meio a zero. É uma competição muito importante na calendarização dos nossos troféus. A Taça de Portugal tem muito carinho para mim. Procurei dar tempo de jogo a jogadores que não têm jogado e isso notou-se na primeira parte. Enquanto os jogadores do Vilaverdense não se começaram a cansar, tivemos dificuldades. O futebol hoje é isto. Quem não tiver velocidade tem poucas possibilidades. Velocidade individual, velocidade coletiva. Foi bom para alguns jogadores. Doumbia fez três golos estando há muito tempo sem jogar. O objetivo foi atingido e estamos satisfeitos por termos passado mais uma eliminatória", começou por dizer Jorge Jesus em declarações à Sport TV.

Questionado sobre uma análise individual aos jogadores titulares, Jorge Jesus garantiu que gostou da prestação de todos e destacou os casos de Doumbia e Bruno César.

"Ninguém me desiludiu, mas houve jogadores que estiveram melhor. Doumbia está ali para empurrar a bola e fez três golos. Não tendo feito um jogo no aspeto técnico e individual a definir sozinho, fez três golos. Também foi fruto da experiência que tem como jogador e cheirou bem os lances. O Bruno [César] como lateral esquerdo deu boa indicação e pode ser usado em qualquer posição. Os dois centrais estiveram bem. Do meio-campo para a frente tiveram mais dificuldade em ter velocidade para fazer a diferença, mas ganhámos que é o mais importante", afirmou Jorge Jesus

Em relação às muitas alterações que fez no onze inicial, Jorge Jesus explicou que é importante dar minutos de jogo a jogadores que têm qualidade e que não têm tido muitas oportunidades para mostrar o seu valor.

"O Sporting está a atravessar uma boa fase, o grupo está confiante e neste jogo se eu não pusesse jogadores que não atuam tantos, eles até iam pensar 'se não jogamos neste jogo, vamos jogar quando?'. Dei-lhes essa possibilidade. Há que competir internamente e é isso que quero para ter decisões difíceis. Quanto mais decisões difíceis, mais forte é o grupo", frisou o técnico leonino.

Já sobre os possíveis adversários que podem calhar ao Sporting na próxima fase da competição, Jorge Jesus foi prudente e assumiu mesmo que os 'leões' não têm 'muita sorte' nos sorteios.

"Não temos muita sorte nos sorteios normalmente. O que o sorteio ditar... Não posso escolher, mas não me importo com o adversário desde que seja em Alvalade. Estamos cá nos ‘quartos’ e queremos muito estar no Jamor. Vamos fazer por isso", sentenciou Jorge Jesus.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.