O Sporting segue em frente na Taça de Portugal, ao derrotar o Estoril-Praia por 2-1, fruto de uma boa segunda parte e aproveitando o desgaste claro dos homens da “linha”, que tiveram total domínio do jogo na primeira parte, com Alex Afonso a ser o herói.

Foi preciso esperar 35 minutos para se ver aquilo em que poucos acreditavam que ainda fosse acontecer no primeiro tempo. Alex Afonso, após livre indirecto, fez o 1-0, com a defesa leonina a ver jogar. Até àquele momento, nem sequer se esteve perto de tal feito. Mas foi a equipa da casa, com um segundo lugar na Liga de Honra e a fazer um bom campeonato, que mais se aproximou do objectivo do jogo e o concretizou.

O Sporting acordou na segunda parte, muito graças às alterações cirúrgicas de Paulo Sérgio (entradas de Liedson e Diogo Salomão, saídas de Vukcevic e Zapater), e o Levezinho , mais uma vez, foi preponderante para o acordar do leão. O desgaste visível na equipa estorilista também ajudou a um crescimento dos homens de Paulo Sérgio.

Liedson e o guarda-redes do Estoril, Cléber, proporcionaram os melhores momentos da segunda parte, até mesmo do encontro, com o camisola 31 a tentar a sorte (61’ e 63’) e o guardião “canarinho” a opor de forma brilhante. Mas costuma dizer-se que “à terceira é de vez” e Liedson conseguiu o golo do empate aos 64’.Cruzamento de Salomão e cabeceamento premiado do luso-brasileiro.

Aos 80’, livre batido na direita por Valdés – com o treinador do Estoril-Praia, Vinicius Eutrópio, a ser expulso pouco antes – confusão na área do Estoril, Cléber sacudiu e num pontapé fuzilante, Helder Postiga fez o 2-0 e matou o encontro.

O Sporting está na 4ª eliminatória da Taça de Portugal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.