Lito Vidigal deu os parabéns à sua equipa, apesar da derrota em Braga. O técnico do Arouca reclamou da arbitragem por entender que Marcelo Goiano devia ter sido expulso ainda na primeira parte, na derrota do Arouca ante o Braga por 2-0, em jogo dos quartos-de-final da Taça de Portugal.

Troca de palavras com Fonseca: "Não me interessa andar em jogos de palavras, não é o momento para isso. Não o faço porque acho que não é necessário. Trabalhamos para tentar ganhar o máximo de jogos possíveis e falo do que interessa falar. Neste caso, o que me interessa é o momento do jogo em que devia ter sido mostrado o segundo amarelo ao Goiano e, nesse caso, a expulsão transformaria o jogo em algo totalmente diferente. Houve dois momentos em que também podíamos ter feito golo, mas não concretizamos a oportunidade".

Concentrar na Liga: "Agora temos que nos focar na Liga, a competição prioritária, e faltam-nos duas vitórias para atingir o nosso objetivo, que é a manutenção. Hoje não fomos nós que não quisemos tornar o jogo mais rápido. Viemos disputar a eliminatória, e foi isso que fizemos. Em condições normais devíamos ter terminado com mais um jogador em campo".

Parabéns aos jogadores: "Sei a equipa que tenho, interessa-me saber como posso desenvolver os meus jogadores e como posso lutar pela vitória contra todas as equipas, mesmo com todas as diferenças que existem, a nível de orçamento e não só. Parabéns ao Braga, que tem estrutura, excelentes jogadores e condições para lutar para ser campeão. E parabéns aos meus jogadores, que foram fantásticos.

O SC Braga venceu o Arouca por 2-0 e está nas meias-finais da Taça de Portugal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.