Paulo Sérgio começou por referir que "as probabilidades de eliminar o Benfica são menores antes", mas quer "que sejam maiores durante o jogo".

"No plano teórico a vantagem nas apostas será do Benfica, mas queremos inverter isso, ser competentes e alcançar o resultado que nos interessa", afirmou hoje em conferência de imprensa.

O treinador disse que este é melhor Benfica dos "últimos três, quatro anos", porque a sua "memória não vai tão longe", considerando-a, juntamente com o Braga, "as equipas mais fortes do campeonato até agora porque são as que têm mais pontos".

Contudo, Paulo Sérgio frisou que a equipa treinada por Jorge Jesus "já ganhou por 1-0 alguns jogos e com dificuldades" e rematou: "Nós somos o Vitória, não somos os adversários que o Benfica defrontou antes".

Paulo Sérgio treinou algumas vezes à porta fechada nas últimas semanas e não quis revelar "nada da estratégia" para o jogo de domingo tendo avançado apenas que "o Vitória preparou-se para os detalhes de um jogo de grau de dificuldade elevado".

Disse querer uma equipa "humilde, competente e convicta para poder passar a eliminatória".
"Sabemos que é possível vencer e é essa a mensagem que tem sido passada ao grupo, uma mensagem positiva, porque para este jogo o empate não serve para nada", lembrou.

O técnico disse ainda que as ausências de Luisão (lesionado) e Cardozo (castigado) podem ser más para o Benfica, mas não obrigatoriamente boas para o Vitória.

Na III eliminatória, o Vitória de Guimarães eliminou, em casa, o Feirense e o Benfica, fora, o Monsanto.

O jogo tem início às 19:45, domingo, no Estádio da Luz, em Lisboa, e será arbitrado por Elmano Santos, da Madeira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.