O Oleiros, nono classificado da Série C do Campeonato de Portugal, defronta, à 20h15 desta quinta-feira, o Sporting, na terceira ronda da Taça, depois de ter vencido o Sousense, por 3-0, na segunda eliminatória, e o Alcanenense, por 5-4 no desempate nas grandes penalidades, após 0-0 no tempo regulamentar, na primeira.

Ultrapassado o impasse na decisão de receber ou não o emblema de Alvalade em Oleiros, esta vila do distrito de Castelo Branco, está pronta para dar início à festa do futebol

Oleiros confirma jogo com o Sporting em casa
Oleiros confirma jogo com o Sporting em casa
Ver artigo

“É natural que todo o mediatismo que se gerou em torno deste jogo mexa com as pessoas. Afinal de contas, estamos a falar de um clube, a Associação Recreativa e Cultural de Oleiros (ARCO), com cerca de 40 anos de existência e que nunca defrontou um “grande” do futebol português. Além disso, desde os longínquos tempos do Sporting da Covilhã e do Benfica de Castelo Branco que não se via nada assim em termos futebolísticos nesta região do país. Claro que as pessoas sentem este momento de uma forma muito especial”, começou por dizer Paulo Urbano, vereador da Câmara Municipal de Oleiros, em entrevista ao SAPO Desporto.

A decisão firme de manter o jogo em Oleiros, com a ajuda da Câmara, aumentou a expetativa para este desafio e Paulo Urbano sabe disso.

Treinador do Oleiros: "Sporting? Este é um jogo especial e o mais fácil"
Treinador do Oleiros: "Sporting? Este é um jogo especial e o mais fácil"
Ver artigo

“Não temos dúvidas nenhumas a esse respeito. Compare por exemplo o mediatismo deste jogo nas últimas semanas, com o mediatismo dos jogos do FC Porto com o Lusitano de Évora, ou do Benfica com a Olhanense. Não tem comparação possível. O facto de esses jogos se disputarem em campo neutro retirou muito interesse aos mesmos e impediu que as autarquias locais retirassem daí os devidos dividendos. Com todo o respeito por esses clubes e por essas autarquias, que com toda a certeza terão tomado as suas decisões de forma consciente e de acordo com os seus contextos desportivos, financeiros e sociais, creio que a decisão da Câmara Municipal de Oleiros em apoiar desde o primeiro momento a ARCO, quer em termos logísticos, quer em termos financeiros, foi a mais acertada. Olhámos para os milhares de euros disponibilizados nas últimas semanas como um investimento e não como um gasto. E os resultados estão à vista, com a Vila de Oleiros a obter uma exposição mediática nunca antes vista na sua história. Independentemente do resultado dentro das quatro linhas, Oleiros já ganhou. Que ninguém duvide disso”.

Não é fácil calcular ao detalhe o impacto financeiro do jogo desta noite antes do encontro, mas o vereador espera que não haja “estragos nas infra-estruturas alugadas ou até mesmo na malha urbana da vila”.

Jorge Jesus: “Jogar no sintético? No dia seguinte parece que os jogadores levaram com um pau”
Jorge Jesus: “Jogar no sintético? No dia seguinte parece que os jogadores levaram com um pau”
Ver artigo

“Seja como for, tendo em conta que os gastos da Câmara deverão rondar as largas dezenas de milhares de euros, e que a receita directa e indirecta do jogo deverá rondar os 50 mil euros, por essa via já sabemos que haverá sempre algum prejuízo. Mas tendo em conta, por exemplo, o valor da exposição mediática da Vila de Oleiros e das suas riquezas em todos os canais de televisão, nos jornais desportivos e generalistas, nos sites de informação e nas redes sociais, calculamos que o retorno indirecto ascenda às largas centenas de milhares de euros. Não temos dúvidas nenhumas a esse respeito. Além disso, o facto de o Presidente do Sporting ter cedido a sua parte da receita do jogo aos Bombeiros Voluntários de Oleiros também merece amplo destaque, até porque todos sabemos o que estes bravos Soldados da Paz têm vivido ano após ano”.

Para os que estão a pensar em dirigir ao Estádio Municipal, Paulo Urbano deixa algumas recomendações para que tudo corra na perfeição e o Oleiros saia deste encontro com uma boa imagem.

“A vila é relativamente pequena, pelo que não vale a pena tentar levar as viaturas para muito perto do Estádio Municipal. Estacionem mais longe e aproveitem para passear pela Vila de Oleiros, para conhecer o nosso comércio local, para confraternizar com as nossas gentes e para confirmarem a nossa simpatia e hospitalidade. Vão ver que vale a pena. Quanto ao resto, desfrutem e ajudem a fazer deste jogo uma verdadeira festa dentro e fora das quatro linhas, sempre dentro do espírito do fair-play e do desportivismo que move a ARCO e os seus adeptos desde a sua origem. Quanto ao resto, bem, o resto é futebol... e que ganhe o melhor”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.