O Sporting recebeu e goleou, sem quaisquer dificuldades, o Dumiense em Alvalade, em partida da 4.ª eliminatória da Taça de Portugal, e segue para os oitavos de final da prova. Os leões marcaram cedo e, sem nunca precisarem de acelerar verdadeiramente, marcaram por mais cinco  vezes.

O Dumiense, que ocupa o último lugar da Serie A do Campeonato de Portugal, quarto escalão do futebol nacional, contou com muito nas bancadas de Alvalade, mas foi incapaz de contrariar a  natural superioridade do Sporting, que abriu o marcador por Luís Neto logo aos sete minutos. Paulinho foi o homem da noite, ao apontar um hat-trick, com Francisco Trincão, Seba Coates, Nuno Santos e Gyokeres a assinarem os outros golos.

Primeiro golo chega cedo, sem ser preciso forçar muito

Frente a um adversário de um escalão bem abaixo, Rúben Amorim fez algumas mexidas na equipa habitual, aproveitando para poupar jogadores como Viktor Gyokeres, Morita ou Pedro Gonçalves. Como seria de esperar, o Sporting entrou a dominar o jogo e, mesmo sem impor grande velocidade, acabou por cumprir o objetivo de marcar cedo.

O Dumiense até estava a conseguir lidar com o ritmo (não muito forte) que os leões estavam a impor, mas na sequência de um pontapé de canto, logo aos oito minutos, surgiu o primeiro golo. E assinado por uma das novidades do onze leonino. Há muito sem ser titular, o veterano Luís Neto aproveitou para saltar mais alto do que toda a gente e cabecear forte para o fundo das redes.

Se o ritmo do jogo não era elevado até ao golo, não foi com o golo madrugador que subiu. Em vantagem, o Sporting manteve a mesma toada, controlando a posse de bola sem impor grande velocidade e só uma ou outra arrancada do regressado Geny Catamo quebravam a monotonia.

Poucos lances de perigo, mas Paulinho 'mostra os dentes'

O domínio era totalmente dos donos da casa e o Dumiense raramente chegava com a bola controlada ao meio-campo contrário, mas ainda assim o Sporting pouco perigo criava. Um remate de Trincão, pouco depois do quarto de hora, foi defendido sem grande dificuldade pelo guarda-redes adversário.

Ainda assim, e mesmo sem criarem muitos lances de perigo, os leões chegaram ao segundo golo a meio do primeiro tempo, outra vez na sequência de um pontapé de canto. Nuno Santos bateu para a área, Matheus Reis desviou ao primeiro poste e, depois de alguma confusãoe de o esférico bater mesmo no poste, Paulinho tocou para o fundo das redes.

Trincão deu o mote para a goleada no segundo tempo

O resultado não sofreu mais alterações até ao intervalo, mas logo no arranque da segunda parte o Sporting chegou ao 3-0. Paulinho recebeu um passe de Daniel Bragança, tocou de calcanhar para Trincão e este ganhou espaço para o remate e atirou rasteiro para o fundo da baliza do Dumiense.

Os visitantes deram, depois, um ar da sua graça, num remate de Joel Marques que saiu ligeiramente por cima, mas o Sporting conseguia agora criar perigo com maior frequência e o resultado começou a avolumar-se. Outra vez na sequência de um pontapé de canto, uma vez mais cobrado por Nuno Santos, Coates saltou à vontade e, livre de marcação, cabeceou para o quarto golo da equipa de Rúben Amorim.

Cada vez mais desgastado e a acusar o avolumar do resultado, o Dumiense não conseguia mostrava-se progressivamente frágil e o quinto chegou da cabeça de Paulinho. Cruzamento de Hjulmand na direita cabeceamento fulgurante do ponta-de-lança leonino.

Show de Gyokeres a fechar

Diogo Ribeiro, de cabeça, quase fez o tento de honra do Dumiense, no lance mais perigoso dos visitantes, e Rúben Amorim lançou, depois, Viktor Gyokeres, para o sueco manter o ritmo. E a fase final foi de show por parte do 'camisola 9' dos leões.

Foi ele a fazer a assistência para Paulinho fechar, com muita classe, de calcanhar, o seu hat-trick. Depois, foi também Gyokeres a sofrer a grande penalidade que permitiu a Nuno Santos elevar para 7-0, antes de o próprio avançado sueco fechar ele mesmo, com um grande golo, a contagem em 8-0.

Uma goleada das antigas que, contudo, em nada impediu que os muitos adeptos do Dumiense presentes em Alvalade ovacionassem a sua equipa após o apito final. Não houve surpresa, mas houve 'festa da Taça' em Alvalade.

Veja o resumo do Sporting-Dumiense

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.