O FC Porto tem pela frente o Coimbrões, um adversário em teoria à medida dos azuis e brancos.

Os dragões deslocam-se, este fim-de-semana, ao relvado do Pedroso para tentaram para cumprir uma missão, em plano teórico, acessível face a uma equipa menos cotada, que atua no Campeonato de Portugal.

De acordo com dados apurados pelo jornal O Jogo, só por duas vezes os azuis e brancos caíram frente a equipas do futebol não profissional.

Em 80 edições da Taça, o FC Porto permitiu a hecatombe frente ao Atlético (2006/07) estava Jesualdo Ferreira no comando e contra o Torreense (1998/99), com Fernando Santos.

Um só golo acabou por ditar o resultado, em ambos os casos.

No que diz respeito aos outros confrontos, com equipas não profissionais, imperaram as goleadas. Os embates frente ao Estrela de Portalegre (10-1 em 1985/86) e Aliados de Lordelo (1976/77) foram os mais desnivelados.

Contra estas equipas, nos 54 jogos, os azuis e brancos sofreram 0,33 golos, ou seja 18 golos, de acordo com dados do 'O Jogo'. Golos marcados foram 203.

O FC Porto desloca-se ao terreno do Coimbrões no próximo sábado em partida a contar para a terceira eliminatória da Taça de Portugal. A partida inicia-se às 18h45.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.