O treinador da União de Paredes diz não acreditar num Benfica em crise e promete uma equipa com "identidade" e "organização" no jogo da Taça de Portugal de futebol, numa análise que envolveu até o Sporting de Braga.

Eurico Couto quer manter a identidade da equipa do Campeonato de Portugal (CP) frente ao Benfica, independentemente de saber se vai ter tanta bola e criar tantas situações de finalização como gostaria, ou mesmo marcar golos.

"Somos determinados e uma equipa extremamente organizada, que entende os momentos de jogo e não vai desistir, mas procurar conquistar o jogo segundo a segundo. Seja contra quem for, tentamos ser mais competitivos do que o adversário, tentar vencer o jogo e não perder as nossas ideias", disse Eurico Couto, em declarações à agência Lusa.

O técnico paredense, de 34 anos, fala em "sonho" e considera um "privilégio" poder cumprir o objetivo da Taça de Portugal de jogar com um 'grande', e até envolveu o Sporting de Braga na equação desta terceira eliminatória.

"Se olharmos para o contexto em que estamos, o [Sporting] Braga chegou ao jogo com o Benfica e chutou à baliza apenas aos 40 minutos. Temos aí um primeiro objetivo, que é conseguir que isso aconteça bem antes dos 40 minutos. Se no final do jogo alguém tiver o interesse de saber o nome de algum jogador [do Paredes], parece-me extremamente positivo", referiu.

O registo recente do Benfica, com duas derrotas consecutivas no campeonato, intercaladas por um empate na Liga Europa, não convence Eurico Couto, perentório a recusar a tese de crise no emblema da Luz.

"O Benfica é sempre grande, capaz de ganhar a qualquer equipa e a nós ainda muito mais. Não acredito em crises. A qualidade é tanta que se trocarem quatro ou cinco, e até podem trocar todos, acho que não vão perder qualidade. Teremos uns 5% de possibilidades de vencer o jogo, agora vamos ser extremamente determinados nesses 5% e dar certamente uma boa imagem", considerou.

Os jogadores do atual segundo classificado da Série C do CP foram alertados para o jogo interior do Benfica, a velocidade de execução e a forma como os seus jogadores atacam a profundidade e, não menos importante, a quantidade de elementos que colocam na finalização, mas ninguém atira a toalha ao chão.

"O jogo está à porta e é uma excelente montra para todos. O grupo está confiante, é uma excelente oportunidade e só temos que aproveitar”, disse à Lusa Diogo Pinheiro, lateral direito, de 28 anos.

Já o médio ‘Ema', diminutivo de Emanuel, de 21 anos, assinalou que o clube trabalhou “muito para isto”: “Sabemos que o favoritismo está do lado deles, mas nós, num dia bom, e o Benfica, num dia menos bom, pode ser que dê para nós", observou.

O defesa está lesionado e vai falhar o confronto, ao contrário do colega e número 10 da equipa, que confidenciou a vontade de poder trocar a camisola com o 10 do Benfica, o alemão Luca Waldschmidt.

O União de Paredes e o Benfica defrontam-se na Cidade Desportiva de Paredes, no sábado, a partir das 21:15, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.