A Assembleia da República (AR) recomendou hoje ao governo a adoção de medidas que permitam a retoma desportiva e consequente normalização das competições, bem como o gradual regresso do público em contexto de pandemia.

“A AR recomenda ao governo que adote, de acordo com as normas sanitárias, medidas de incentivo à prática desportiva e à normalização gradual das competições, incluindo as camadas mais jovens e de formação e o desporto para deficientes”, refere a instituição.

Em comunicado, e aludindo ao n.º 5 do artigo 166.º da Constituição, a AR desafia, “com caráter de urgência”, a que a tutela faça uma “ampla auscultação das entidades nacionais do associativismo desportivo” para que, em conjunto com a Direção-Geral da Saúde, possam “trabalhar as normas e condições para a prática desportiva”.

De igual modo, pretende um “apoio ao movimento associativo desportivo” para que este contribua para a “retoma gradual e segura das suas atividades”.

Paralelamente, a AR entende que esta é a altura de começar a promover o “regresso gradual do público a todos os eventos desportivos”, tendo sempre em conta “a situação epidemiológica e salvaguardadas as normas de saúde”.

Quer ainda a AR receber “regularmente” os resultados do grupo de trabalho constituído para analisar os planos de adaptação das modalidades, criado pelo Despacho n.º 10831/2020, de 04 de novembro, pretendendo que os mesmos sejam tornados “públicos”.

Portugal registou hoje 258 mortes relacionadas com a COVID-19 e 6.916 casos de infeção com o novo coronavirus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde março de 2020, Portugal já registou 13.740 mortes associadas à covid-19 e 755.774 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.