As receitas globais do desporto feminino ultrapassarão, em 2024, o bilião de dólares pela primeira vez , de acordo com a consultora Deloitte. Na base deste crescimento está, segundo a mesma fonte, a explosão de popularidade em torno do desporto feminino, e para o qual em muito contribuiu o recente Campeonato do Mundo.

Com efeito, só no futebol, a receita deve atingir 555 milhões de dólares, de um total previsto de 1,28 biliões em 2024. Apesar do crescimento do desporto feminino na Europa, mais de 50% da receita total ainda é gerada na América do Norte.

A Deloitte espera que as avaliações de equipas e ligas continuem a subir, com vários clubes a poderem chegar aos 100 milhões de dólares em termos de valor global.

"Nos últimos anos, vimos um crescimento excecional no desporto feminino em todo o mundo, impulsionando um aumento significativo no seu valor comercial, o que, por sua vez, tem gerado crescente interesse de investidores. Crucialmente, o desporto feminino está a ser cada vez mais visto como um produto único e distinto do desporto de elite masculino. Esse aumento no engajamento de fãs e investidores está leva a novas e melhores oportunidades para clubes e ligas, incluindo parcerias comerciais mais robustas, aumento da afluência e dias de jogos maiores", disse Jennifer Haskel, líder de 'insights' do Grupo de Negócios Desportivos da Deloitte.

A crescente popularidade do desporto feminino deve levar a mais transmissões em horário nobre e visibilidade em plataformas de streaming. A receita comercial ainda representa mais de 50% do total de receitas, mas essa participação percentual está a diminuir graças a contratos de transmissão maiores e á afluência de público.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.