A equipa de andebol do Sporting para a época 2017/18 apresentou-se hoje à imprensa, assumindo os objetivos de vencer todos os títulos a nível nacional e a ambição de conseguir chegar à Liga dos Campeões.

Depois de conduzir os ‘leões’ ao título de campeão nacional e à conquista da Taça Challenge na temporada transata, o treinador Hugo Canela fez um balanço "muito positivo" das primeiras três semanas de trabalho e salientou a vontade de iniciar a época com uma vitória na Supertaça, agendada para dia 27, frente ao ABC/UMinho, em Mêda.

"A Supertaça é a primeira competição que temos para ganhar e é aquela em que nos vamos focar. Isto é passo a passo, com objetivos bem realistas e uma coisa de cada vez. Todos ambicionamos chegar à Liga dos Campeões, é o sonho de qualquer pessoa no andebol e os jogadores querem imenso lá jogar, mas, para já, temos a Supertaça", declarou.

O técnico ‘leonino’ tomou as rédeas da equipa em fevereiro, quando a temporada já ia a meio, mas valorizou agora a oportunidade de começar a nova época já ao leme do clube de Alvalade. Paralelamente, aproveitou também para elogiar a estabilidade do plantel, que mantém a base campeã e conta apenas com três reforços: Tiago Rocha, Felipe Borges e Pedro Valdés.

"Quando se tem uma boa base e se começa com ela acho que é uma vantagem. Ainda por cima tivemos a possibilidade de ter três reforços que vieram trazer qualidade à nossa equipa. É para isso que estamos a trabalhar: que eles sejam uma grande equipa. Começar como campeão é uma vantagem", observou.

Questionado sobre a réplica que aguarda dos rivais FC Porto e Benfica, Hugo Canela admitiu ver com satisfação que a competitividade será maior nesta nova temporada.

"Vejo de forma bastante entusiasta, porque o que se está a fazer nas outras equipas vai fazer que o campeonato seja espetacular. O Benfica tem um novo treinador e isso motiva os jogadores, tendo também alguns reforços, e o FC Porto é muito competitivo e mantém uma base muito estável há alguns anos. Vai ser extremamente difícil jogar contra eles", concluiu.

Em nome do plantel, o capitão Carlos Carneiro preferiu centrar o discurso no embate da Supertaça, relegando para segundo plano as aspirações de conseguir uma vaga na próxima edição da Liga dos Campeões, cujo apuramento se decide em setembro.

"À imagem do que foi o ano passado, pensamos jogo a jogo. O nosso primeiro objetivo é a Supertaça, a Liga dos Campeões ainda não entra muito no nosso horizonte. Queremos conquistar a Supertaça e depois pensaremos em tempo oportuno na Liga dos Campeões. É o sonho de muitos atletas e para muitos será a primeira vez. Partimos com muita ilusão", disse.

Já Carlos Ruesga, que foi eleito o melhor jogador do anterior campeonato, manifestou a expectativa de ver o Sporting com uma equipa ainda mais forte este ano, reconhecendo também as maiores dificuldades que se avizinham por força do estatuto de campeão.

"Temos de trabalhar, há poucos jogadores novos, os outros já se conhecem mais e temos de continuar a trabalhar. Agora, somos os favoritos, porque todas as equipas nos querem ganhar. Vamos ter de fazer o nosso melhor".

Finalmente, o reforço Tiago Rocha confessou estar "bastante feliz" com o regresso a Portugal, depois de uma passagem pelo Wisla Plock, da Polónia, enfatizando a importância do treinador Hugo Canela na esperança de assinar uma boa época de leão ao peito.

"É um excelente treinador e tem demonstrado isso. No ano passado pegou na equipa a meio do ano e conseguiu ser campeão. Acho que vai ser um treinador com bastante sucesso. Esta equipa tem muita qualidade e eu espero poder acrescentar um bocadinho de qualidade também", sentenciou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.