O português Martim Costa foi um dos melhores marcadores do Europeu de andebol, com 54 golos, terminando a competição com o mesmo registo do dinamarquês Mathias Gidsel, que disputou mais jogos, incluindo a final de hoje.

Na final de Colónia, em que a França triunfou sobre a Dinamarca por 33-31, após prolongamento, Gidsel marcou por oito vezes, falhando por muito pouco o objetivo de ultrapassar Martim Costa.

Portugal disputou sete jogos neste Europeu que decorreu na Alemanha, enquanto a Dinamarca disputou nove, um dos quais sem Gidsel.

Gidsel tem, no entanto, um melhor registo em termos de eficácia, com 81,6% nos remates, contra 66,7% do luso.

Martim Costa supera também o recorde de golos de Carlos Resende numa fase final, que era de 38, e que lhe valeu o quinto lugar na lista de marcadores do Euro2000, na Croácia

Ainda antes da final, Martim Costa já tinha sido distinguido para a equipa ideal, na votação de mais de 20.000 adeptos.

O lateral esquerdo português foi o jogador em maior destaque na formação das ‘quinas’, que fechou a prova no sétimo lugar, conseguindo o apuramento para o torneio pré-olímpico de acesso a Paris2024.

Em termos globais, contabilizando todos os Europeus, o dinamarquês Mikkel Hansen, com nove golos hoje, chegou aos 296 e tornou-se o melhor marcador de sempre, com mais um do que o francês Nikola Karabatic.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.