O Benfica assegurou hoje o apuramento para a ‘final a quatro’ da Liga Europeia de andebol, com um empate 27-27 com o RK Gorenje, em Velenje, na Eslovénia, jogo a que chegou com uma vantagem de sete golos.

Depois do 36-29 conseguido em Lisboa, na primeira mão dos quartos de final, sabia-se que a vantagem confortável era boa e dava todos os motivos para confiar no histórico apuramento, até agora só conseguido por equipas portuguesas em 2018/2019 pelo FC Porto.

Inesperada, sim, foi a facilidade como os 'encarnados' foram gerindo a vantagem - nunca estiveram a perder por mais de três e chegaram já ao intervalo a vencer por 14-11.

Segue também para a 'final a quatro', que se realiza em 28 e 29 de maio, o RK Nexe, da Croácia, que eliminou o GOG, da Dinamarca. Ainda hoje se saberão os terceiro e quarto apurados, a sair dos confrontos Wisla Plock-Kadetten Schaffhausen e Magbdeburgo-Nantes.

No pavilhão Red Hall de Velenje, com 1.200 espetadores nas bancadas - cerca de meia casa -, o Benfica embalou na segunda parte para um jogo controladíssimo, sempre na frente ou empatado, até Peter Sisko finalmente recolocar a equipa da casa na frente, com o 27-26 a menos de três minutos do final.

Ainda houve tempo para o Benfica marcar o golo final e selar o empate, através do esloveno dos 'encarnados' Tadej Kljun.

No total das duas mãos, a equipa treinada pelo espanhol 'Chema' Rodríguez avança para os jogos finais com um agregado de 63-56 a seu favor.

O jogo, que foi arbitrado pela dupla austríaca Radojko Brkic e Vladimir Rancik, teve como melhores finalizadores pelos ‘encarnados’ o sueco Jonas Kallman, com cinco golos, e o romeno Demis Grigoras e o sérvio Petar Djordjic, com quatro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.