A Espanha, campeã em título, garantiu, esta sexta-feira, a final do Euro2020 de andebol, ao bater a Eslovénia, por 34-32, e vai defrontar, no domingo, a Croácia, que antes eliminou a anfitriã e vice-campeã mundial Noruega.

Se o duelo entre noruegueses e croatas foi bastante equilibrado e só ficou resolvido após dois prolongamentos (29-28), a seleção espanhola teve hoje, em Estocolmo, um oponente aparentemente acessível, face à vantagem de cinco golos (20-15) ao intervalo, que antevia um desfecho feliz para tentar depois revalidar o troféu.

As exibições de Angel Fernandez Perez, Raul Entrerrios Rodriguez e Alex Dobichebaeva, todos com seis golos, foram cruciais para a formação espanhola, enquanto Jure Dolenec foi o melhor dos eslovenos, com sete.

No sábado, Eslovénia e Noruega discutem os terceiro e quarto lugares e, no domingo, Espanha e Croácia lutam pela vitória no torneio.

Também no sábado, Portugal, que melhorou o sétimo lugar alcançado em 2000, na Croácia, enfrenta a Alemanha na luta pelos quinto e sexto postos.

*Artigo atualizado às 21h51

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.