O selecionador português de andebol, Paulo Pereira, reagiu hoje com cautelas ao sorteio da fase de qualificação para o Euro2022, face às viagens que comporta e aos meses de paragem, e destacou a forte equipa da Islândia.

Portugal defronta as seleções da Islândia, Lituânia e Israel no grupo 4 da fase de qualificação para o 15.º Europeu de andebol, que se realiza de 13 a 30 de janeiro de 2022, na Hungria e Eslováquia, determinou o sorteio, em Viena.

“A Islândia é uma equipa forte, vamos ter oportunidade de nos vingarmos da derrota no Europeu e da eliminação no apuramento para o Mundial. A Lituânia é uma seleção com a qual já jogámos e vencemos, assim como Israel”, disse Paulo Pereira.

O selecionador nacional mostrou-se preocupado com as longas viagens que a comitiva terá que realizar na qualificação, tendo em conta que vai jogar em novembro, “após nove meses sem trabalhos da seleção".

Paulo Pereira espera que em Portugal se dê atenção “a esta situação especial e que a seleção nacional também seja vista como especial” e conta com a possibilidade de “alguns dias extra em cada estágio, especialmente em relação às viagens”.

O selecionador não considera que o facto de Portugal ter jogado recentemente com a Islândia (derrota por 28-25 na segunda fase do Euro2020) e com a Lituânia (vitória fora por 24-23 e empate em casa na qualificação) seja uma vantagem.

“Nós vivemos no momento e é apenas uma oportunidade de podermos vingar os maus resultados que tivemos com a Islândia nos últimos tempos. Temos que ser capazes de planificar muito bem os calendários internamente”, adiantou Paulo Pereira.

Depois do histórico sexto lugar em 2020, que valeu o ‘passaporte’ para o Mundial de 2021, o ‘sete’ luso qualifica-se para nova fase final se ficar nos dois primeiros do agrupamento ou for um dos quatro melhores terceiros entre os oito grupos.

Para a formação lusa, que joga a qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio de 12 a 14 de março de 2021, os encontros serão em 04 ou 05 de novembro (primeira jornada), 07 ou 08 de novembro (segunda), 06 ou 07 de janeiro de 2021 (terceira), 09 ou 10 de janeiro (quarta), 28 ou 29 de abril (quinta) e 02 de maio (sexta).

Portugal procura a sétima presença na final, depois do 12.º e último lugar na primeira edição (1994), que organizou, do sétimo de 2000, do nono de 2002, do 14.º de 2004, do 15.º de 2006 e do sexto da última edição, na Áustria, Noruega e Suécia.

Para a fase final, já estão qualificados os anfitriões Hungria e Eslovénia, a Espanha, como detentora do título, e a Croácia, como finalista vencida da última edição.

Constituição dos grupos:

Grupo 1: França, Sérvia, Bélgica e Grécia.

Grupo 2: Alemanha, Áustria, Bósnia-Herzegovina e Estónia.

Grupo 3: República Checa, Rússia, Ucrânia e Ilhas Faroé.

Grupo 4: Islândia, PORTUGAL, Lituânia e Israel.

Grupo 5: Eslovénia, Países Baixos, Polónia e Turquia.

Grupo 6: Noruega, Bielorrússia, Letónia e Itália.

Grupo 7: Dinamarca, Macedónia do Norte, Suíça e Finlândia.

Grupo 8: Suécia, Montenegro, Roménia e Kosovo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.