Os atletas da China Yang Shaohui (masculinos) e Zhang Deshu (femininos) venceram hoje a 40.ª edição da Maratona Internacional de Macau, anunciou a organização.

Na prova masculina, Yang cortou a meta com o tempo de 02:13:04 horas, seguido dos compatriotas Gu Rongchao (02:19:24) e Li Wei (02:24:05), na segunda e terceira posições, respetivamente.

O primeiro atleta de Macau a terminar a prova, no 10.º lugar, foi Chan Kai Un com o tempo de 02:35:36.

A maratona feminina foi também dominada por atletas chinesas, com Zhang, que no ano passado estabeleceu o recorde da prova de Macau (2:28.43 horas), a concluir a distância em 02:29:09. Os restantes lugares do pódio foram ocupados por Chen Liqin (02:49:46) e Gu Jinjin (02:52:09).

Wu Yangyang, com o tempo de 02:56:08, foi a primeira concorrente de Macau a cruzar, na quarta posição.

O programa do evento, além da maratona internacional, integrou as provas da meia-maratona (masculinos/femininos) e da mini-maratona (masculinos/femininos).

Tal como na edição anterior, as medidas de prevenção contra a covid-19 limitaram a competição aos atletas da China e do território, uma vez que as fronteiras de Macau continuam fechadas aos estrangeiros.

As 12 mil vagas, 1.400 na maratona, 4.800 na meia-maratona e 5.800 na mini-maratona, abriram em setembro e esgotaram.

Além do certificado de vacinação, as autoridades exigiram um teste de ácido nucleico negativo aos participantes na Galaxy Entertainment Maratona Internacional de Macau 2021.

Desde o início da pandemia, o território contou 77 casos da doença e regista atualmente uma taxa de vacinação de cerca de 70%.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.