A portuguesa Cátia Azevedo disse hoje ambicionar qualificar-se pela primeira vez para as semifinais dos 400 metros em campeonatos do mundo de atletismo, no domingo, e reforçar o seu recorde nacional, em Eugene, nos Estados Unidos.

Depois de ter ficado nas eliminatórias em Doha2019, na estreia em Mundiais, a velocista natural de Oliveira de Azeméis, de 28 anos, procura reeditar o feito alcançado no ano passado, nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, quando chegou às semifinais.

“O nível subiu um bocadinho a parada, mais do que no ano passado, e sei que os requisitos para passar às semifinais são mais exigentes. Tive uma temporada bastante equilibrada e consistente, e estou com ambição de mais, de tentar chegar a uma semifinal”, explicou Cátia Azevedo.

A atleta do Sporting chegou à 18.ª edição dos Mundiais com a 28.ª marca do ano (51,24 segundos), procurando melhorar o seu recorde nacional, de 50,59 segundos, alcançados em junho de 2021.

“Está tudo projetado para bater o recorde nacional e não está a sair. Com a idade, também começamos a aprender a não entrar em desespero e a ter paciência e a acreditar no processo. A época é bastante longa, mas espero que saia aqui, para conseguir uma boa competição”, referiu.

No domingo, a partir das 12:00 locais (20:00 em Lisboa), Cátia Azevedo vai disputar as eliminatórias dos 400 metros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.