Os Campeonatos Nacionais de Marcha em Estrada (35 kms), inicialmente previstos para 09 de janeiro de 2022, em Porto de Mós, foram adiados para 16 do mesmo mês, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Atletismo (FPA).

O adiamento dos Nacionais - absolutos, sub-18 e veteranos -, teve em conta “o crescimento do número de pessoas infetadas com covid-19 em Portugal e o número expetável de infetados na semana que termina em 09 de janeiro”, refere a FPA.

A federação recorda ainda que “até ao dia 09 de janeiro [de 2022] a participação em eventos desportivos depende de apresentação de Certificado Digital Covid-19 e da apresentação de teste Covid-19 negativo, conforme as orientações governamentais”.

O adiamento dos Nacionais de marcha, na distância de 35 quilómetros, resulta de uma decisão conjunta do Município de Porto de Mós, da Associação de Atletismo de Leiria e da Federação Portuguesa de Atletismo.

A covid-19 provocou mais de 5,41 milhões de mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.921 pessoas e foram contabilizados 1.330.158 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Uma nova variante, a Ómicron, considerada preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 110 países, sendo dominante em Portugal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.