As equipas portuguesas dos escalões mais jovens (sub-23 e sub-20) tiveram atuações discretas nos Europeus de corta-mato, em Tilburg, na Holanda, e a primeira presença lusa na estafeta também não foi melhor.

Num percurso técnico e enlameado, a tónica da participação portuguesa foi dada logo na primeira prova, com as atletas sub-20 a terminarem no nono lugar coletivo, a 89 pontos da equipa campeã, a Grã-Bretanha, que somou apenas 23 pontos.

A melhor portuguesa foi a minhota Mariana Machado, 15.ª na geral, com o tempo de 14.12 minutos, a 26 segundos da vencedora, a italiana Nadia Battocletti (13.46), que havia perdido com a portuguesa, no princípio do ano, em Edimburgo, onde a bracarense foi segunda, representando a seleção da Europa.

As outras portuguesas foram Patrícia Silva (48.º lugar, com 14.42), Lia Lemos (49.º, 14.44) e Laura Taborda (53.º, 14.48).

Nos sub-20 masculinos, o norueguês Jakob Ingebrigtsen venceu o escalão pela terceira vez consecutiva, o que é inédito, liderando o seu país também para o título coletivo.

Portugal foi 11.º, com Duarte Gomes em 38.º lugar (19.15), Isaac Nader em 62.º (19.35), Nuno Pereira em 67.º (19.39) e Miguel Ribeiro no 87.º posto (20.09).

Em sub-23 femininos, venceu uma das favoritas, a dinamarquesa Anna Emilie Moller (20.34), com a Alemanha a assegurar o triunfo por equipas. O trio de atletas portuguesas, composto por Lília Martins (42.º com 22.07), Manuela Martins (59.º com 22.34) e Helena Alves (67.º com 23.19), terminou no 13.º lugar coletivo, com 168 pontos.

Igualmente nos lugares finais da tabela coletiva (12.º, com 129 pontos) terminaram os sub-23 masculinos. João Pereira foi 48.º (25.11), Ricardo Ferreira 57.º (25.31), Filipe Fialho concluiu no 60.º posto (25.34) e Pedro Silva em 64.º(25.45). O vencedor individual foi o francês Jimmy Gressier, enquanto a Turquia venceu por equipas.

Na estafeta mista, a estreia portuguesa não produziu melhor do que o 10.º lugar (16.44), a mais de meio minuto da formação campeã europeia, a Espanha (16.10), que integrava uma atleta nascida em Portugal, Solange Pereira.

Logo no primeiro percurso, o português Emanuel Rolim foi o décimo, mas a jovem Salomé Afonso melhorou um pouco tendo sido a sétima do seu percurso. Contudo, Paulo Pinheiro, nono no seu segmento, e Susana Francisco, décima, não conseguiram melhorar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.