O meio-fundista Michel Jazy, atleta francês mais conhecido da década de 1960, morreu aos 87 anos, confirmou hoje a Federação Francesa de Atletismo (FFA), corroborando uma notícia avançada pelo jornal L'Equipe.

Michel Jazy, que foi duplo campeão da Europa e vice-campeão olímpico de 1.500 metros, em 1960, deteve nove recordes do mundo nas provas de meio-fundo (dos 800 aos 5.000 metros), despertando grande entusiasmo em França, onde a sua popularidade rivalizava com o ciclista Jacques Anquetil.

Nascido em 1936, em Pas-de-Calais, numa família de mineiros polacos, Jazy obteve a nacionalidade francesa aos 18 anos e já pôde participar nos Jogos Olímpicos de 1956, então com 20 anos.

Quando ainda não se disputavam Campeonatos do Mundo, ganhou tudo o que podia ganhar com exceção do título olímpico, sendo medalha de prata em 1960. Em 1964, ficaria em quarto lugar nos 5.000 metros.

"Para o mundo do atletismo e para a FFA é uma perda enorme, pelo que ele representava, nomeadamente neste ano em que se disputam Jogos Olímpicos em Paris", disse André Giraud, presidente da FFA.

O antigo diretor da FFA e amigo da família Pierre Weiss também lamentou a morte do antigo atleta: "Jazy marcou o nosso desporto pelos seus resultados e pelos recordes do mundo, era uma grande figura do desporto francês. Levava multidões aos cafés, onde havia ecrãs de televisão".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.