A falta de apoios financeiros pode comprometer a participação dos atletas da província do Moxico na corrida pedestre de fim-de-ano denominada "São Silvestre", a ter lugar a 31 de dezembro, em Luanda.

O técnico da associação provincial de atletismo de Angola, Alberto Vihinda Viemba, disse à Angop que a direção da associação já encetou alguns contactos, mas que até agora ainda não obteve qualquer resposta.

Apesar das dificuldades, assegurou que o grupo de 15 fundistas preparou-se ao seu melhor e, em caso de participação, pretende superar a décima posição alcançada na edição de 2016. Atualmente, a direção da associação de atletismo controla mais de 30 atletas em toda província.

Nos últimos dois anos, a seleção de atletismo enfrentou sempre dificuldades financeiras para participar nesta prova. Em 2015, falhou a participação por falta de verbas. Em 2016 ficou na 10ª posição, superando o 31º posto de 2013, até então a sua melhor classificação. Em 2014 fez o pior, quedando-se na 60ª posição.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.