O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou hoje a morte da atleta Teresa Machado, que faleceu na sexta-feira aos 50 anos, recordando-a como “a melhor lançadora de sempre”.

“Partiu precocemente uma das melhores de nós, o atletismo e o desporto nacional ficam mais pobres e o Presidente da República manifesta publicamente o seu pesar”, refere uma nota publicada na página oficial da Presidência da República.

O chefe de Estado apresentou à família as “sentidas condolências” e recordou o percurso da atleta.

“Teresa Gonçalves representou Portugal em diversas provas internacionais e participou em quatro Jogos Olímpicos. É a recordista nacional no lançamento do disco desde 1998 e é justamente considerada a melhor lançadora portuguesa de sempre”, lê-se no texto.

A antiga atleta, natural de Ílhavo, distrito de Aveiro, morreu devido a doença prolongada, disse à Lusa fonte da Federação Portuguesa de Atletismo.

Teresa Machado começou no Clube dos Galitos de Aveiro, mas foi ao serviço do Sporting que obteve mais êxitos na sua carreira. Esteve nos ‘leões’ entre 1986 e 2003, com um breve interregno para representar a Junta de Freguesia de São Jacinto.

Representou ainda o Operário dos Açores e o FC Porto.

Teresa Machado é ainda a recordista nacional do lançamento do disco, com a marca de 65,40 metros, conseguida em 1998, e foi também recordista nacional do peso durante vários anos.

Ao longo da carreira conquistou 16 títulos nacionais no lançamento do peso e 18 no lançamento do disco, representando Portugal em quatro edições dos Jogos Olímpicos, em Barcelona 1992, Atlanta 1996, Sidney 2000 e Atenas 2004.

Representou também Portugal em Mundiais e Europeus de atletismo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.