Thomas Heurtel, basquetebolista francês, pode estar em maus lençóis no que respeita à continuidade na seleção.

A Federação Francesa de Basquetebol (FBF) fez questão de anunciar esta quinta-feira que, caso o jogador rume ao Zenit, será punido com a retirada da comitiva gaulesa e com efeitos já nas próximas competições internacionais, incluindo os Jogos Olímpicos de 2024.

A eventual decisão advém dos constrangimentos associados à invasão da Rússia e à Ucrânia, depois de o basquetebolista alegadamente se ter comprometido a não assinar contrato com nenhum clube russo ou bielorruso.

"O jogador tinha assinado uma declaração de juramento no início da sessão de treino da equipa francesa, declarando que não estava comprometido nem planeava assinar com um clube russo ou bielorrussos", esclareceu a FBF numa nota oficial, acrescentando ainda que Heurtel já terá assinado contrato de um ano com mais um de opção.

Recorde-se que o internacional francês foi um dos melhores jogadores da seleção no Eurobasket de 2022 e esteve na temporada passada no Real Madrid.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.