O torneio pré-olímpico em basquetebol sénior masculino, cuja série A será disputado de 4 a 11 de julho próximo, na Sérvia, servirá de preparação para a seleção anfolana visando o Afrobasket2017, informou hoje o presidente da Federação Angolana da modalidade, Paulo Madeira.

Falando em conferência de imprensa em que, entre outras informações, anunciou Carlos Dinis como selecionador angolano sénior masculino, explicou que o grupo que vai à competição será convocado tendo também em conta o africano de 2017 e Mundial de 2019.

“Temos que olhar para a prova com uma visão no futuro e apresentar uma seleção com qualidade para se qualificar para o Campeonato do Mundo de 2019 e na mesma prova representar o país com dignidade. Temos potencial humano para ter seleções competitivas em várias categorias”, frisou, realçando que o núcleo duro do cinco nacional manter-se-á.

No pré-olímpico, disse, o objetivo é se qualificar, mas reconhece que será muito difícil, tendo em conta o potencial dos adversários, com destaque para os anfitriões (Sérvia), que são vice-campeões do mundo.

Quanto à exigência feita ao substituto de Moncho Lopez, Paulo Madeira disse que “deve olhar para o torneio como forma de potenciar os jogadores de competições internacionais, exigir o maior rendimento possível, visando uma perspectiva de formação tendo em vista 2017”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.