O Sporting, vencedor de todos os jogos nacionais em 2020/21, testa a invencibilidade na ‘final four’ da Taça Hugo dos Santos de basquetebol, no sábado e no domingo, em Sines, perante FC Porto, Benfica e o surpreendente Imortal.

A formação de Albufeira, que atuava a época passada na Proliga, é o primeiro adversário dos ‘leões’, que, se confirmarem o favoritismo, vão tentar estrear-se no palmarés da prova frente ao vencedor da meia-final entre ‘dragões’ e ‘águias’.

Vencedores de nove das 11 edições, sendo exceções as duas últimas, arrebatadas pela Oliveirense (2018/19 e 2019/20), a grande ausente, FC Porto, que soma três títulos, e Benfica, recordista, com seis, vão para o terceiro duelo da época.

Nos dois primeiros, os ‘dragões’ impuseram-se, por 81-74, nas meias-finais da Taça de Portugal da época 2019/20 – adiadas para 2021/21 devido à pandemia da covid-19 -, e por 88-79, em plena na Luz, para a ronda 6 da Liga portuguesa.

Autor de 28 pontos, Max Landis, que, entretanto, se voltou a lesionar com gravidade, foi a ‘estrela’ do primeiro encontro, muito contestado pelo Benfica, no que se respeita à data da sua realização, face a um surto de covid-19 na equipa ‘encarnada’.

Landis voltou a brilhar no segundo embate, ao marcar 25 pontos, mas, então, o ‘Jogador Mais Valioso’ (MVP) do encontro foi Larry Gordon, com 26 pontos e 14 ressaltos.

Face ao que fez nestes dois encontros, e ao que tem exibido na Liga, na qual só tem uma derrota, no reduto do líder Sporting, contra quatro dos comandados de Carlos Lisboa, o conjunto do espanhol Moncho López é favorito a chegar pela sexta vez à final.

Os ‘encarnados’ procuraram, por seu lado, a 10.ª final, em 12 edições – só falharam em 2009/10 e 2011/12 – e a nona consecutiva, depois de três seguidas com a Oliveirense, com vitória em 2017/18 (99-85) e derrotas em 2018/19 (70-77) e 2019/20 (81-83).

Na final, espera-se que esteja o Sporting, que está a efetuar uma temporada interna imaculada, com 16 vitórias em outros tantos jogos na Liga e três em três na Taça de Portugal, duas delas para vencer, 40 anos depois, a edição 2019/20.

Em Odivelas, em 07 e 08 de outubro de 2020, os comandados de Luís Magalhães ganharam nas meias-finais ao Vitória de Guimarães por 85-71 e, na final, superaram o FC Porto por 87-78, com 18 pontos e 13 ressaltos de John Fields e 24 pontos de James Ellisor.

No campeonato, os ‘leões’ também já superaram os outros três conjuntos que estarão em Sines, todos batidos no Pavilhão João Rocha, o Imortal por 101-72, à quarta jornada, o Benfica por 67-63, à 10.ª, e o FC Porto por 63-57, à oitava.

Apesar de 100% vitorioso nas provas internas, o Sporting chega à ‘final four’ da Taça Hugo dos Santos depois de três derrotas consecutivas, todas no Grupo C da Taça da Europa, para a qual tinha ‘caído’ ao ser afastado da Liga dos Campeões.

O conjunto de Luís Magalhães, já com o reforço ex-Benfica Micah Downs, deu grande luta aos israelitas do Ironi Ness Ziona (81-86) e aos polacos do BM Slam Stal (83-85) e, depois, caiu face aos húngaros do Szolnoki Olajbanyasz (67-78), desfalcado de John Fields e Travante Williams, que se lesionou na primeira parte.

Face ao poderio dos ‘leões’, a equipa de Luís Modesto, que soma 11 triunfos e quatro derrotas no campeonato e, no seu último jogo, bateu em casa o Benfica por 93-86, após prolongamento, vai tentar a surpresa, liderado por Derrick Fenner Jr. e Tyere Marshall.

A ‘final four’ da 12.ª edição da Taça da Taça Hugo dos Santos, que se realiza no Pavilhão Multiusos de Sines, arranca no sábado, com o Sporting a defrontar o Imortal, a partir das 15:00, e o FC Porto a enfrentar o Benfica, com início às 17:30. A final está agendada para as 16:00 de domingo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.