O terceiro dia de prova, segunda etapa, vai correr-se entre a “Capital dos Vinhos de Portugal”, Reguengos de Monsaraz, e Castelo Branco. É o regresso da Volta a território alentejano para a mais extensa tirada desta edição com 214,7 km. Antevê-se uma forte afluência de público na emblemática e empedrada Avenida Nuno Álvares que estará, como sempre, em festa para assistir a uma emocionante chegada ao sprint.

Com quase 215 km, a ligação de Reguengos de Monsaraz a Castelo Branco constitui-se como a mais longa etapa da prova. Será o regresso pleno do Alentejo e, quem sabe, das “agruras” que fizeram da região uma das mais marcantes da história da “Volta”. Depois de passar nas “barbas” da Serra de São Mamede com relevo acidentado e certamente muito calor na travessia da Serra de Rodão, a prova entregará à Beira Baixa um pelotão muito desgastado. Em Castelo Branco, desta vez sem circuito final, esperar-se-á uma chegada discutida num esforçado sprint.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.