A sexta tirada corre-se na região do Minho com partida em Braga e chegada à “Sala de Visitas” da região minhota como Fafe gosta de se apresentar. Antes da descida para a cidade repete-se o estradão de terra batida do inimitável Salto da Pedra Sentada do rali de Portugal e que tanto deu que falar na Volta do ano passado. Quando cruzarem a linha da meta, os corredores terão cumprido os primeiros 1100 km da Volta 2017.

Os 183 km que vão fazer merecer o dia de descanso, na “Sala de Visitas do Minho”, terão um elevado preço a pagar. Culminando a sequência de varias etapas complicadas, a ilustre etapa de Fafe, enriquecida em 2016 com a inclusão do famoso troço de terra do Rali de Portugal, o Salto da Pedra Sentada, que mantemos este ano, verá as dificuldades aumentadas com a passagem no difícil Monte do Viso, Prémio de Montanha de 1ª Cat, em Celorico de Basto, a aproximadamente 50 km da chegada.

Desenrolada num verdadeiro “carrossel” altimétrico, de grande exigência física e anímica, este dia pode revelar, mesmo entre os melhores, algumas fragilidades impossíveis de ocultar neste tipo de cenário.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.