O ciclista português Gonçalo Tavares vai deixar a equipa da Bairrada e competir pela Hagens Berman Axeon em 2023, seguindo os passos do compatriota e colega de formação António Morgado, anunciou hoje a formação norte-americana.

“A Hagens Berman Axeon continua a tradição de fazer desenvolver jovens ciclistas de Portugal e está entusiasmada por anunciar a adição do Gonçalo Tavares no plantel do próximo ano”, pode ler-se em comunicado.

Este ano, vários ‘top 10’ em provas como a Gipuzkoa Klasika, a Volta ao Pays de Vaud e o Giro della Lunigiana fizeram o ciclista de 18 anos dar nas vistas no panorama internacional, sobretudo pela dupla feita com António Morgado ao serviço da Bairrada, que dominou o quadro nacional.

“O Gonçalo tem estado na roda do António e mostra bom potencial. O nosso programa dar-lhe-á a oportunidade de saber que tipo de ciclista é e onde pode acelerar”, explicou o diretor desportivo, Koos Moerenhout.

O próprio Gonçalo Tavares, natural de Proença-a-Nova, considerou este “o ambiente certo para crescer e evoluir”, citado em comunicado, no qual a equipa lembra ainda a vitória na quarta etapa da Volta a Portugal de juniores e o triunfo na montanha da Volta a Gironde.

“Juntar-me à Axeon é um grande passo que me deixa muito motivado e entusiasmado, ainda para mais tendo visto todos os talentos que saíram da equipa para o WorldTour”, declarou.

A equipa, que em 2022 conta com Diogo Barbosa nas fileiras, tem contratado ciclistas portugueses ao longo dos anos, lançando-os para ‘outros voos’: de João Almeida, hoje chefe de fila na UAE Emirates, a Rúben Guerreiro (EF Education-Easy Post) ou André Carvalho (Cofidis), bem como os irmãos Ivo Oliveira e Rui Oliveira, também na equipa dos Emirados Árabes Unidos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.