O britânico Chris Froome (Israel Start-Up Nation) vai voltar a parar pelo menos uma semana, de novo afetado por problemas no joelho direito, anunciou hoje o quatro vezes vencedor da Volta a França em bicicleta.

“Nos últimos 10 dias, tenho tido muitas dores no exterior do joelho [direito], ao pedalar. [...] Os exames mostram que danifiquei um tendão. Infelizmente, penso que terei regressado cedo demais aos treinos, a puxar demais”, começou por explicar ‘Froomey’, num vídeo que o próprio publicou no 'site' YouTube.

O ciclista, que desde uma queda à margem do Critério do Dauphiné de 2019 não voltou ao nível que tinha anteriormente, continua assim a contas com inflamações e dores em vários músculos fulcrais em torno do joelho direito para a prática velocipédica.

O corredor de 36 anos, que também venceu duas vezes a Volta a Espanha e uma a Volta a Itália, acrescentou ainda que não sabe quando poderá voltar a treinar a 100%, garantindo que “duas ou três semanas” de treino leve serão ainda precisas, além de uma semana sem qualquer atividade.

O regresso à competição, esse, está ainda mais distante, e ficará “ligeiramente mais longe” do que o que tinha planeado, procurando agora continuar algum “trabalho de fortalecimento muscular” noutras zonas do corpo e fora da bicicleta.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.