João Almeida (Deceuninck-Quick Step) esteve muito perto da vitória na 17.ª etapa da Volta a Itália, depois de ter discutido o troço na parte de final, com vitória para Daniel Martin (Israel Start-up Nation). O ciclista português ficou a apenas 13 segundos do vencedor e vai subir na geral.

Numa grande etapa de Almeida, o português conseguiu escapar a Simon Yates nos últimos quilómetros e colocou mesmo a vitória do irlandês Martin em causa, que acabou no entanto por segurar o triunfo.

Os últimos dias do Giro prometem ser assim emocionantes, com a prova a terminar no próximo domingo, com um contrarrelógio em Milão. Depois da grande etapa de hoje, abrem-se boas perspetivas para que o português possa lutar pelos primeiros lugares no Giro.

No início do troço, o luso da Deceuninck-Quick Step ocupava o 10.º lugar da classificação e subiu dois lugares, ocupando agora o 8.º lugar da geral.

Martin foi o mais rápido na etapa, cumprindo os 193 quilómetros entre Canazei e Sega di Ala em 4:54.39 horas. Almeida ficou a 13 segundos e o britânico Simon Yates a 30 segundos.

Na classificação geral, Egan Bernal (Ineos) lidera, mas perdeu tempo para Damiano Caruso (Bahrain-Victorious) que ocupa a segunda posição, a 2.21 minutos e para Yates no terceiro, a 3.23.

Na quinta-feira, a 18.ª etapa disputa-se entre Rovereto a Stradella, numa distância de 231 quilómetros, com várias subidas não categorizadas e uma de quarta categoria, na parte final do dia.

*Notícia atualizada

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.