João Matias, da equipa portuguesa Tavfer-Ovos Matinados-Mortágua, vai juntar-se aos ‘internacionais’ Nelson Oliveira, Ivo Oliveira, Rui Oliveira, André Carvalho e Iúri Leitão para representar Portugal na prova de fundo de elites dos Europeus de ciclismo de estrada.

Vencedor de uma etapa na última Volta a Portugal, na qual andou de amarelo, o também pistard português, de 32 anos, é o único ciclista do pelotão nacional na lista de convocados de José Poeira, hoje divulgada, para a prova ‘rainha’ dos Campeonatos da Europa, agendada para 24 de setembro.

Nelson Oliveira (Movistar), André Carvalho (Cofidis), Ivo e Rui Oliveira (UAE Emirates) e Iúri Leitão (Caja Rural) – estes três também competem na pista – completam o elenco em elites masculinos, com os dois primeiros a representarem também a seleção no contrarrelógio de 20 de setembro.

Ausente desta convocatória está João Almeida (UAE Emirates), o terceiro classificado do Giro2023, que, na segunda-feira, já tinha reconhecido que a Volta a Espanha seria a sua última prova da temporada, assim como Rui Costa (Intermarché-Circus-Wanty), vencedor de uma etapa da Vuelta, no domingo.

Já a equipa de sub-23 contará com o vice-campeão mundial desta categoria, António Morgado, que será acompanhado pelo colega de equipa na Hagens Berman Axeon Gonçalo Tavares, por Diogo Narciso (Credibom-LA Alumínios-Marcos Car) e Lucas Lopes (Electro Hiper Europa). O quarteto alinha na prova de fundo, dia 22, dois dias depois de Morgado e Tavares competirem no contrarrelógio.

Entre os 19 corredores da seleção nacional que vão competir nos Europeus, a decorrerem na província neerlandesa de Drente, entre 20 e 24 de setembro, estão também os juniores Daniel Moreira (Tensai-Sambiental-Santa Marta), José Miguel Moreira (Silva & Vinha-ADRAP-Sentir Penafiel), Manuel Marques (ABTF Betão-Bairrada) e Tiago Santos (Alcobaça CC-Crédito Agrícola), que só participam na prova de fundo, agendada para 23 de setembro.

“Acredito que temos uma equipa que pode ser muito competitiva na categoria de elite, até porque o percurso da prova de fundo, maioritariamente plano com um topo no final, se enquadra nas características destes corredores. Nos sub-23, percebemos nos Campeonatos do Mundo aquilo que somos capazes de fazer. Os juniores e os sub-23 devem, neste caso, ser vistos em conjunto, dado que os corredores das duas categorias – mais alguns que desta vez não foram convocados – serão a base da nossa seleção nacional de sub-23 nos próximos anos”, defendeu o selecionador José Poeira.

Maria Martins (Fenix-Deceuninck) será a representante lusa na prova de fundo feminina de elites, no dia 23, com Portugal a contar ainda com a dupla da Bizkaia Durango Beatriz Pereira e Daniela Campos – que também alinha no contrarrelógio individual da sua categoria - na prova de fundo para sub-23, um dia antes.

Marta Carvalho e Raquel Dias (Extremosul-Hotel Alísios-CA Terras do Arade) serão as ciclistas nacionais na prova feminina de juniores, no dia 24.

“A Maria Martins já demonstrou ter qualidade para discutir estas corridas, por isso foi sexta classificada nos Europeus do ano passado. A Daniela Campos e a Beatriz Pereira fizeram uma boa preparação. A Marta Carvalho e a Raquel Dias são muito jovens, mas competirão muito motivadas. O fundamental, sendo todas ciclistas muito jovens, é continuar a dar passos em frente na nossa inserção no ciclismo feminino de alto nível”, afirma o selecionador nacional de ciclismo feminino, José Luis Algarra, citado em comunicado da Federação Portuguesa de Ciclismo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.