O ciclista belga Gaetan Bille (Verandas Willems) vai tentar hoje manter a camisola amarela no final da segunda etapa da 76.ª Volta a Portugal, coincidente com o alto do Larouco, o segundo ponto mais alto do continente.

Com três segundos de vantagem sobre o espanhol Gustavo Veloso (W52-Quinta da Lixa), Gaetan Bille terá a difícil tarefa de defender a sua liderança numa tirada de 175,6 quilómetros, entre Macedo de Cavaleiro e o ponto mais elevado de Montalegre, que inclui quatro contagens de montanha, a última das quais de primeira categoria, a coincidir com a meta.

A segunda etapa, que é a primeira de montanha desta edição, sai do Parque Municipal de Exposições de Macedo de Cavaleiros às 12:30 horas.

Em Mirandela, está instalada a primeira meta volante (25,4 quilómetros), que antecede a contagem de terceira categoria de Vilar do Ouro (58,7). Depois da meta volante de Boticas (97,7), o pelotão enfrenta a segunda dificuldade da jornada, uma segunda categoria em Covas de Barroso (106,8), antes de começar a subir outra vez até Virtelo (3.ª), situada ao quilómetro 125,5.

Antes da ascensão final, os ciclistas cruzam a meta volante de Montalegre, aos 164,5 quilómetros, começando a subir dois quilómetros depois rumo ao segundo ponto mais alto de Portugal continental (1.525 metros de altitude).

À semelhança do ano passado, o Larouco, uma subida de 9,3 quilómetros, com uma pendente média de 4,9 por cento e uma inclinação máxima a ronda os dez por cento, deverá ser alcançado a baixas temperaturas e com aguaceiros, por volta das 17:30.

Em 2014, a cerimónia protocolar não se realizou devido às condições climatéricas adversas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.